14ª Semana Nacional da Ciência e Tecnologia (SNCT)

Figura 01: Colectiva de Imprensa – anúncio da SNCT.

Nesta sexta-feira, dia 20, foi realizada nas dependências do Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia (ICSEZ/UFAM), em Parintins, uma Colectiva de Imprensa cujo objectivo foi colocar em linhas gerais a importância deste Evento e sublinhar as actividades que compõem a 14ª Semana Nacional da Ciência e Tecnologia (SNCT) do Baixo Amazonas. Também explanaou-se como se dará  a logística de atendimento ao público.

A Dra. Soraya Farias de Andrade Freitas, docente adjunta da UFAM, abriu a colectiva. Em sua fala, ela destacou a importância do evento para o Amazonas e para Parintins.

Figura 02: Dra. Soraya Farias de Andrade Freitas sublinhou: “A SNCT não é da UFAM, a semana é da população do Baixo Amazonas”.

A 14ª Semana Nacional da Ciência e Tecnologia (SNCT) surgiu para Parintins através do Edital do CNPq n. 002/2017.  Onde o ICSEZ/UFAM submeteu o projecto intitulado “Semana Nacional  da Ciência e Tecnologia: no Baixo Amazonas a Matemática  está em tudo” coordenado pela  Dra. Soraya Freitas  e Dra. Hellen Picanço.

Figura 03: Resultado publicado pelo CNPq e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Em nível de esclarecimento, os editais do CNPq recebem propostas de todas as Instituições de Ensino Superior (IES) do Brasil. Ou seja, é um edital altamente concorrido.  Esta foi a primeira vez que uma IES do interior do Amazonas consegue a aprovação, do CNPq, para um evento deste porte. Segundo a Dra. Soraya Freitas, temos que ter em mente que este evento é nacional, neste sentido, não se trata de um evento local, onde falamos apenas da nossa Ciência e sim de algo maior, onde Parintins (e municípios circunvizinhos) terão a oportunidade de apresentar a Ciência amazonense para o país inteiro. Neste contexto, “a Semana Nacional da Ciência e Tecnologia não é da UFAM, a semana é da população do Baixo Amazonas”. Ressaltou a coordenadora do projecto, que fez questão de sublinhar a colaboração do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM) e da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).  Este evento encontra-se devidamente registado no portal do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações  e Comunicações (MCTIC), no link http://snct.mctic.gov.br/semanact/opencms/programacao/index.html .

Figura 04: Cadastro da SNCT da UFAM na página do MCTIC, do Governo Federal.

Em seguida, a Dra. Hellen Picanço – que também está na Coordenação desta SNCT –  colocou em linhas gerais  algumas das várias  actividades da programação da  Semana Nacional da Ciência e Tecnologia, a programação completa do evento encontra-se no link abaixo:

https://www.facebook.com/Semana-Nacional-de-Ci%C3%AAncia-e-Tecnologia-ICSEZUFAM-1406210639500444/ .

Figura 05: Dra. Hellen Picanço a apresentar a programação da  SNCT promovida pelo ICSEZ/UFAM.

A Dra. Hellen  Cristina Picanço Simas, docente adjunta do ICSEZ/UFAM,  sublinhou que  uma das prioridades  da SNCT  é mostrar a diversidade e riqueza da Ciência  produzida no Baixo Amazonas.  Na programação, embora o eixo temático seja a Matemática, há  actividades que atendem as áreas de exactas, humanas e biológicas. A inclusão é um ponto forte desta programação. Teremos a participação de escolas  com projectos  bem estruturados  e também de escolas  sem qualquer projecto em execução. Atenderemos tanto  professores da rede estadual quanto da municipal de Ensino. Tanto escolas públicas, quanto privadas são bem-vindas.  A SNCT é da população do Baixo Amazonas, por isso, iremos sim  abordar temas  relevantes para a nossa realidade, tais como  a cultura indígena e os saberes dos afrodescendentes.

Dentro da programação teremos oficinas, tais como: Jornalismo Colaborativo, Elaboração de Projetos de Pesquisa, Ferramentas aplicadas à  Genética Molecular, entre outras. Nos minicursos, citamos:  Produção  de Áudio  Digital em Audacity, Atividade Física em Saúde: Prescrição de treinamento físico para adulto e idoso, Cinema Indígena, entre outros. A palestra de abertura da SNCT será proferida pelo advogado Eurico Baniwa, natural de Rio Negro, da etnia Baniwa e  atuante na área de direitos indígenas. Vale salientar ainda que ao longo da SNCT, teremos na UFAM a realização da “V Semana de Pedagogia – Formação Docente  na Amazonia: políticas, saberes e diálogos  possíveis.” São eventos que somente tem a agregar e enriquecer  a SNCT, convidamos  a toda comunidade a participarem  das  actividades que foram planeadas para aproximar a Universidade da Comunidade e promover a verdadeira popularização da Ciência e Tecnologia.  Na parte cultural,  teremos as presenças das Associações  Folclóricas Boi-Bumbá Caprichoso e Garantido, entre outros atractivos.   Também fica o convite para que todos possam participar do “Dia C da Ciência” [vide o link http://www.diacdaciencia.org/ ] que acontecerá no dia 25 de outubro, na praça digital.

A Coordenação desta SNCT, convidou  o líder do NEPA/UEA/CNPq a  compor a mesa, durante a colectiva de imprensa.  Em sua fala, Dr. Nélio Sasaki sublinhou  a importância  da Astronomia  ao longo do desenvolvimento da Ciência  no Baixo Amazonas. O NEPA é um núcleo de Astronomia profissional, com sede na UEA, campus Parintins. Com projectos que envolvem a Pesquisa, o Ensino e  a Extensão Universitária, este ano de 2017,  o NEPA traz para a comunidade do Baixo Amazonas  um projecto financiado pela União Astronômica Internacional (UAI/OAD) e UNESCO.   Ao longo da SNCT, teremos sessões de Astromatemática no Planetário Digital NEPA. Onde trataremos as formas  dos planetas, suas órbitas e seus anéis. Haverá ainda três minicursos, a saber:  “Ensino de Astronomia” voltado para  a comunidade em geral, onde discutiremos  como  Ensinar  Astronomia; “Astronomia para pedagogos” – este curso é voltado para os pedagogos e para os graduandos em Pedagogia,  abordaremos questões inerentes à Astronomia para crianças  dos anos iniciais, EJA e crianças  especiais; “Astromatemática” – também voltado para o público em geral,  este curso irá  expor  a Matemática utilizada dentro da Astronomia. Só para lembrar, a Astronomia é uma das mais antigas Ciências. Nota-se que  a Astronomia ajudou  e muito no desenvolvimento da Matemática. Assim como a Matemática  ajudou  bastante no desenvolvimento da Astronomia.

Figura  06: Dr. Nélio Sasaki a   expor  as actiidades de Astronomia  que o NEPA/UEA/CNPq desenvolverá ao longo da SNCT.
Figura 07: Dra. Soraya Freitas e Dr. Nélio Sasaki  juntamente com a equipa de jornalismo da UFAM. Ao fundo, a faixa do Planetário Digital NEPA.
Figura 08:  Faixa do Planetário Digital NEPA, que estará aberto no Ginásio do ICSEZ/UFAM.

O Planetário Digital NEPA  estará  funcionando no Ginásio do ICSEZ/UFAM, neste sentido, o NEPA  gostaria de agradecer imensamente  aos docentes do Curso de Educação Física da UFAM pela solidariedade   e apoio de todos  ao projecto que visa levar a Astronomia de maneira lúdica às crianças, jovens, adultos, professores, estudantes da graduação,  indígenas, afrobrasileiros e comunidade em geral.

Figura 09: Minicursos de Astronomia que serão ministrados pelo NEPA/UEA/CNPq.

A relação entre o NEPA e a SNCT é de longa data. Nos anos  2013, 2014 e 2015, o NEPA/UEA/CNPq aprovou   três projectos consecutivos  através do Programa para Popularização da Ciência e Tecnologia (POP, C,T & I) da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas – FAPEAM.  Tal programa era voltado para a SCNT, mas o recurso era do Governo do Amazonas, através da FAPEAM, e não do CNPq directamente. A fim de registo, os respectivos  projectos estão listados abaixo juntamente com as respectivas decisões do Conselho Diretor (CD) da FAPEAM:

  1. Astronomia no Contexto Amazônico: Possilididades e Desafios (Resolução do CD 032/2013)
  2. Astronomia: Ciência e Sociedade (Resolução do CD 054/2014)
  3. Astronomia: Luz, Ciência e Vida (Resolução do CD 068/2015)

“Nós nos indentificamos muito com a SNCT, com o ambiente de múltiplos saberes, várias maneiras de  se olhar e pensar a Ciência. Estamos muito felizes por fazer parte da SNCT 2017, agradecemos  a Universidade Federal do Amazonas (UFAM) pela acolhida.  Gostaríamos de lembrar que as ações do Núcleo de Ensino e Pesquisa  em Astronomia se devem ao financiamento e apoio da FAPEAM, CNPq, IAU/OAD, UNESCO e ao incentivo  da SAB, ABP, APAS, UEA, FUNAI e Governo do Amazonas. Gostaríamos de destacar também o apoio do SESC-AM e da Associação Nipo-Brasileira de Parintins. –finalizou o coordenador do NEPA.

Dr. Nélio Sasaki – Doutor em Astrofísica, Coordenador do NEPA, Líder do NEPA/UEA/CNPq, membro da União Astronómica Internacional (UAI), Sociedade Brasileira de Astronomia (SAB), Associação de Planetários da América do Sul (APAS), Associação Brasileira de Planetários (ABP), Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Sociedade Brasileira de Física (SBF) e do Grupo de Astronomia para o Desenvolvimento (PLOAD), revisor das revistas IODA e Areté e revisor ad hoc do PCE/FAPEAM, Director dos Planetários  de Manaus e Parintins, Professor Adjunto da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here