Adam Levine se oferece para pagar o funeral de Christina Grimmie

Adam Levine e Christina Grimmie - Reprodução

Vocalista do Maroon 5 foi técnico da cantora, assassinada no último sábado, no ‘The voice’

RIO – A morte de Christina Grimmie, finalista do “The voice” americano, no último sábado, comoveu não só uma legião de fãs anônimos, mas igualmente famosos. A cantora de 22 anos foi morta a tiros em Orlando (EUA). Adam Levine, que foi o técnico dela na sexta temporada do programa, se ofereceu para pagar o funeral. Comovido, o irmão de Christina, afirmou:

 “Esta manhã, Adam Levine ligou para minha mãe e disse que vai pagar pelo funeral. Fiquei emocionado. Não tenho palavras para descrever o que sinto”, escreveu Marcus em sua página, que completou: “Christina fará muita falta e jamais será esquecida”.

O empresário de Christina começou uma campanha para arrecadar dinheiro para a família dela, através de um site.

“Estou triste, chocado e confuso. Nós te amamos tanto, Grimmie. Estamos todos rezando muito por você… Isso não é justo”, disse Adam.

No sábado à noite, Selena Gomez fez uma uma homenagem durante a apresentação da “Revival Tour”, em Miami. Selena era amiga da cantora.

“Uma coisa sobre Christina e sua família é que ela tem muita fé. Não é nada sobre religião ou boas ações. Eu só sei que ela tinha muita fé e eu não entendo como isso tudo aconteceu, mas eu gostaria de dedicar essa música para ela”, disse Selena, pouco antes de cantar “Nobody”.

A cantora e pianista Christina Grimmie Foto: Reprodução
A cantora e pianista Christina Grimmie Foto: Reprodução

A cantora de 22 anos, que ficou conhecida no mundo inteiro após ser uma das finalistas do “The Voice”, foi morta a tiros em Orlando (EUA) na madrugada deste sábado.

A polícia afirma que Christina estava dando autógrafos na saída de um show com a banda de pop punk Before You Exit para cerca de 100 pessoas. Na saída da apresentação, quando poucos fãs restavam no local, Kevin James Loibl, de 22 anos, atirou em Christina.

O irmão da Christina empurrou e derrubou o homem, mas ele acabou dando um tiro em si mesmo e morreu logo em seguida. Christina foi levada ao hospital às pressas, mas não sobreviveu.

Segundo a polícia, o assassino entrou no local com duas armas carregadas, mais dois pentes de munição, além de uma faca grande de caça. Loibl morava na cidade de São Petersburgo, também na Flórida, e viajou a Orlando para cometer o crime, segundo a polícia.

você pode gostar também