-Publi-A-

ALE debate reforma da previdência com participação de ex-ministro nesta segunda

A reforma da Previdência será debatida hoje, às 10h em audiência pública, no Plenário Ruy Araújo, na Assembleia Legislativa do Estado (ALE), com a participação do  ex-ministro da Previdência, senador José Pimentel (PT) de especialistas, de entidades e órgãos do Judiciário.

O Senado Federal está realizando o debate em todos os Estados brasileiros para ouvir a população sobre o assunto. O governo federal  tentou aprovar as reformas, em caráter de urgência e a audiência servirá para que o Amazonas defina uma posição sobre o assunto, disse o deputado José Ricardo Wendling (PT), autor da proposta de audiência.

Para o parlamentar, à medida que essas propostas avançam nas etapas de aprovação no Congresso, vão se tornando cada vez mais próxima de virarem Lei. Portanto, faz-se necessário o debate urgente com a população. “O povo não aceita tanto retrocesso em tão pouco tempo. Com as reformas trabalhista e previdenciária, vários direitos dos trabalhadores, conquistados por meio de muitas lutas, serão retirados. Além do que essas medidas, sobretudo a trabalhista, enfraquecem os sindicatos que sempre lutaram por melhores salários e condições de trabalho”, disse o deputado.

O convidado especial José Barroso Pimentel é senador da República pelo Estado do Ceará, membro da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado e exerceu o cargo de ministro de Estado da Previdência Social durante o governo Lula, de 2008 a 2010.

Foram convidados a participar do debate, dentre outros órgãos e entidades: a Procuradoria Regional do Trabalho, Ministério Público do Trabalho; Tribunal Regional do Trabalho do Amazonas  (TRT/AM); Superintendência Regional do Trabalho (SRT/AM); Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação no Amazonas (Movite); Movimento Vem Pra Rua Pela Educação; Movimento Professores Unificados; Central Única dos Trabalhadores do Amazonas (CUT/AM); Associação dos Docentes da Universidade Federal do Amazonas (Adua); Sindicato dos Fazendários do Amazonas (Sifam); Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sintracomec); Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Refinação de Petróleo (Sindpetro);  Sindicato dos Bancários e o Sindicato dos Policiais Civis do Amazonas (Simpol).

Do d24

você pode gostar também