Alunos da Ufam Parintins lançam o projeto “Focos Críticos”

A Estação da Cidadania João do Carmo recebe o projeto Focos Críticos, produzido por acadêmicos da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), campus Parintins, para expor o trabalho durante a pandemia, realizado para a disciplina de Introdução a Fotografia, ministrada pelo Prof. Dr. Marcelo Rodrigo.

A exposição contém 14 fotografias que revelam análises pessoais vividas em diferentes cidades do Baixo Amazonas. As imagens em meio a crises mundiais, principalmente a da covid-19, apresentam a sensação do impacto do isolamento e a mudança de vida das pessoas.

Os autores das fotografias são: Adria Albuquerque, Adriane Vasconcelos, Cayo Dias, Francisco Dias, July Anna Barbosa, Pablo Luz, Ralf Cordeiro, Rebeca Gonçalves, Vinicius do Carmo e Willian Araújo.

Para Marcelo Rodrigo a exposição revela a percepção dos alunos como fotógrafos sobre a realidade permeada em meio a pandemia da covid-19, crise climática, econômica e a maior cheia registrada do Rio Amazonas em 100 anos. “Os momentos críticos envolveram os autores através de pontos de vistas, olhares, convidando a reflexão em meio ao período histórico enfrentado pela humanidade, não só no Baixo Amazonas, mas no mundo todo”, concluiu o professor Marcelo Rodrigo.

Para a acadêmica de Jornalismo, Adriane Vasconcelos, a atividade exigiu um tema para abordar o contexto da pandemia. Devido ter contraído duas vezes a covid-19, a mesma lançou uma estratégia para não sair de casa, refletindo o contexto “solidão infantil” em que as crianças estavam longe das escolas, numa rotina de monotonia sem poder sair ou se divertir. “Pouco foi falado, mas os especialistas afirmam que as crianças não estão livres de desenvolver ansiedade e depressão durante a pandemia. A fotografia publicada retratou isso”, enfatizou Adriane.

De acordo com o acadêmico de Jornalismo, Willian Araújo, o trabalho foi um grande desafio devido ao contexto desenvolvido nas fotografias em que todos os cuidados necessários foram tomados para realizar as fotografias. “Não tivemos contato presencial com uma câmera profissional, não tivemos contato físico com os nossos professores, com os nossos colegas. Mas todo o conhecimento acerca de técnicas, manuseio da câmera e ângulos foram transmitidos por meio das plataformas de ensino orientadas pelo professor. O resultado foi muito satisfatório ao vermos a nossa exposição. O nosso grande objetivo era transmitir um olhar crítico e despertar a sensibilidade nas pessoas”, finalizou Willian Araújo.

O lançamento do projeto ocorreu nesta sexta-feira (26), às 8h30, na Estação Cidadania João do Carmo, localizado no Bairro União, em Parintins.

Texto Rebeca Gonçalves

Acadêmica de Jornalismo/Ufam Parintins

você pode gostar também