Ano letivo da rede pública estadual pode ser finalizado no final do mês de dezembro

Foto: Eduardo Cavalcante/Ascom Seduc

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

Parintins (AM) – As aulas prensenciais da rede pública estadual do Ensino Médio retornam a partir do dia 10 de agosto e do Ensino Fundamental a partir do dia 24 do mesmo mês, em Manaus. A retomada das atividades escolares seguirão medidas de prevenção a Covid-19. O anúncio foi dado na manhã de terça-feira, 28, pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, no Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Elisa Bessa Freire, no bairro Jorge Teixeira, acompanhado pela diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Rosemary Pinto, e pelo secretário estadual executivo de Educação, Luis Fabian Pereira Barbosa. A medida foi tomada considerando a redução do número de sepultamentos na capital assim como a redução do número de óbitos confirmados por Covid-19. Conforme Luis Fabian, o ano letivo pode ser finalizado no final do mês de dezembro.

De acordo com Wilson Lima, as salas de aulas terão ocupação de 50% da capacidade, havendo o distanciamento de 1,5 metro entre as carteiras escolares. “E os alunos não virão para a sala de aula todos os dias, parte vai ficar na sala de aula e parte vai acompanhar pela televisão ou pelas redes sociais. Vai ser uma volta híbrida aproveitando o serviço que a gente já fez do nosso programa Aula em Casa, através da nossa TV Encontros das Águas”, disse o governador.

Ainda segundo Wilson Lima, foi montada uma estrutura nas escolas desde a entrada com pias para lavar as mãos, disponibilização de álcool 70% para higienização e medidor de temperatura. ” Aquele aluno que apresentar alguma alteração na temperatura ou apresentar alguma suspeita de Covid-19 ele vai retornar para a casa e vai ser acompanhado tanto ele quanto seus familiares pelo nosso pessoal da área de saúde”, garante Lima.

Além disso, o governador afirma que as salas de aulas foram preparadas com as devidas sinalizações para manter o distanciamento social e os professores estão sendo orientados sobre o retorno das atividades.

Semana passada as atividades das escolas particulares em Manaus foram retomadas e conforme a diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Pinto, “até hoje não temos registro de casos da doença nem em professores, nem em alunos, nem nos demais da comunidade escolar”.

O secretário estadual executivo de Educação, Luis Fabian Pereira Barbosa, disse que o planejamento do retorno das aulas foi feito ao menos em dois meses para que tivesse sucesso em minimizar as perdas pedagógicas que alunos tiveram esse ano.

“Nós teremos cada turma dividida em dois grupos. O Grupo A assistirá as aulas nas segundas e quartas-feiras e o Grupo B assistirá aulas nas terças e quintas-feiras. Momento em que eles não tiverem nas aulas presenciais eles terão que acompanhar o Aula em Casa transmitida pela TV aberta, pelo ambiente de aprendizagem da Seduc ou pelo aplicativo Aula em Casa. Nós teremos uma ampliação da carga horária do Aula em Casa para que nós possamos implementar as 800 horas aula necessárias para a finalização do ano letivo até final de dezembro”, explicou o secretário.

O retorno das aulas presenciais da rede pública estadual no interior do estado ainda está sendo estudado.

você pode gostar também