-Publi-A-

Após sofrer sinistro de trânsito, parintinense destaca os perigos de não usar capacete

Foto: Divulgação.

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

O parintinense Kildary Ferreira, de 29 anos, sofreu um sinistro de trânsito na segunda-feira (27) quando estava conduzindo uma motocicleta sem capacete. Após bater a cabeça e sofrer diversos ferimentos pelo resto do corpo, na noite de ontem (29) ele desabafou nas redes sociais sobre o ocorrido e destacou a importância do uso do equipamento de segurança.

“Passei por um acidente de moto. Fui imprudente demais por não usar capacete. O motivo? Não queria machucar meu cabelo. O resultado? Machuquei minhas mãos, meu braço e principalmente meu rosto. Galera o trânsito não é brincadeira, a nossa própria imprudência é o nosso maior castigo. Aprendi da maneira mais cruel e mais dolorosa. Tomem consciência, tanto por si próprios quanto por todos aqueles que estão ao seu redor. O trânsito é traiçoeiro assim como embriaguez e o excesso de velocidade. Tomem todo cuidado do mundo, pensem nos seus familiares e nos seus amigos que vão sofrer junto com você este triste e doloroso momento”, publicou.

Ainda pelas redes sociais, o dançarino do Garantido Show agradeceu os amigos que mandam mensagens positivas todos os dias, remédios e plantas medicinais. “Confesso que não queria que ninguém me visse nessas condições, mas achei muito necessário expor minha imprudência para eu mesmo aprender que tudo tem um preço e este é o preço que estou pagando por achar que tudo tem que ser do meu jeito. Agora me resta o descanso, a medicação e esperar pela minha melhora”, concluiu.

O uso do capacete é obrigatório por lei desde 1997 pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Ainda assim, existem motociclistas que insistem em não usar o item ou continuar com um equipamento irregular, o que já levou muitas pessoas a óbito em sinistros de trânsito.

De acordo com o CTB, o condutor e passageiro devem utilizar o capacete e seguir algumas regras como usar um equipamento certificado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), que seja do tamanho correto e que esteja afivelado corretamente abaixo da mandíbula. Além disso, o capacete deve conter uma viseira ou óculos de proteção em boas condições de uso.

você pode gostar também