-Publi-A-

Arena AM segue no vermelho e prejuízo em 2016 vai a R$ 5,4 milhões

A Arena da Amazônia fechou 2016 com um prejuízo de R$ 5,4 milhões nas contas, segundo números oficiais divulgados nesta quarta-feira pelo órgão estadual que administra o estádio. No balanço geral, o saldo chega a ser positivo em alguns aspectos, com redução dos gastos e aumento na arrecadação em comparação a 2015. Mas o rombo milionário nas contas do palco da Copa do Mundo 2014 e da Olimpíada em 2016 ainda preocupa.

Em 2016, a Arena da Amazônia teve uma despesa de R$ 6.593.349 milhões, em itens como segurança, manutenção predial e de gramado. Este valor representa um gasto mensal de R$ 549.445,74 mil, números que são inferiores aos de 2015. Na prática, a Arena conseguiu enxugar suas contas em cerca de R$ 1,4 milhão.

A arrecadação anual registra um aumento superior a 60% em comparação a 2015, com R$ 1.117.654,64 milhão. Isso, segundo os dados, diminui o prejuízo em relação ao último ano em mais de 25%.

Para Fabrício Lima, titular da Secretaria de Estado de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel) e responsável por gerir o estádio, ainda é pouco, mas o avanço, diante de um passado recente de números totalmente negativos, é animador para o início de um processo que tire a Arena da Amazônia da condição de “elefante branco”.

– Hoje a gente brinca dizendo que o elefante está colorido e andando. Esse avanço é uma vitória para nós, pois nosso objetivo é zerar esse prejuízo e estamos trabalhando para alcançar essa meta já em 2017. Tivemos um 2016 bastante boa em relação a eventos e poderíamos até ter avançado mais, mas de qualquer forma encerramos de maneira positiva – disse.

Este ano, o Campeonato Amazonense teve mais espaço na Arena, com 11 jogos realizados no estádio. Como os clubes não precisaram pagar para utilizar o espaço, a maior fonte de renda do estádio veio de eventos realizados na área externa e camarotes. De acordo com Fabrício Lima, a meta para 2017 é aumentar o número de eventos de pequeno, médio e grande porte, para que a arrecadação seja maior.

– Estamos traçando estratégias para tentar atrair grandes eventos, mas disponibilizar também vantagens para quem deseja fazer o seu pequeno evento na Arena. Quando alguém quer fazer um aniversário de criança, por exemplo, podemos disponibilizar parte do gramado para um jogo entre os convidados. Esse ano conseguimos fazer alguns eventos do tipo, mas precisamos de mais – completou.

Do g1

você pode gostar também