Arlindo Jr faz show histórico e nostálgico no curral Zeca Xibelão

Exatamente, 30 anos após iniciar a carreira artística como levantador de toadas do Boi-Bumbá Caprichoso, o cantor amazonense Arlindo Jr voltou ao palco onde essa história começou para reencontrar a nação azul, na noite de sábado, 23 de março. Sentindo-se dentro de casa, Pop da Selva comandou o 1º Ensaio Show do Caprichoso na temporada 2019, ao som do ritmo da Marujada de Guerra, no curral Zeca Xibelão, em Parintins.

O ídolo do Festival Folclórico de Parintins, como aquele adolescente de 20 anos, em 1989, foi recebido no palco pelo troar dos tambores da Marujada de Guerra. “Sou Caprichoso e tô aqui de novo. Meu sentimento, não se acaba, só aumenta, vem da energia, do suor dessa galera, que arrepia e que liberta dentro do meu peito essa paixão. É azul meu coração”, declarou, com os versos da toada “Sentimento Caprichoso”, diante do curral lotado de torcedores.

Com transmissão ao vivo pela TV Caprichoso, na página Boi Caprichoso, no Facebook, via Paulino Produções, o reencontro com a galera azulada teve momentos de emoção para Arlindo Jr quando cantou toadas clássicas como “Bicho Homem”, “Pesadelo dos Navegantes”, “Meu Amor é Caprichoso”, “Ninguém Gosta Mais desse Boi do Eu”, “Coração Azul e Branco”, “Medley 1999”, “Amazônia Catedral Verde” e “O Canto da Yara”.

Liberado pelo médico para cantar, em agradecimento à Deus pela vida e aos torcedores pelas orações no momento em que luta contra câncer, Pop da Selva recebeu uma calorosa salva de palmas da nação azul no curral Zeca Xibelão. “Estou na minha casa, onde tudo começou. Foi aqui mesmo nesse curral, em 1989, meu primeiro ano como levantador de toadas do Caprichoso. Aqui de areia, com cercado, e efetivamente levantava poeira quando a gente cantava. Aqui ainda estão muitos amigos daquela época, também filhos e netos na Marujada de Guerra”, descreveu.

Arlindo Jr falou do envolvimento com a galera do Caprichoso. “Eu tenho o amor de vocês e com certeza esse amor pela minha galera será eterno. Estou aqui, graças à Deus e às orações de vocês, pois eu estava muito mal em São Paulo quando o presidente Babá Tupinambá me convidou para cantar e vibrar junto com vocês. Isso é coisa divina, é a energia maravilhosa dessa terra que eu amo, Parintins. Muito obrigado a todos por esse momento”, afirmou.

Para o presidente Babá Tupinambá, Arlindo Jr é a força da galera e nada mais junto do que o ídolo ser atração no Ensaio Show, na temporada de preparação rumo ao tricampeonato no festival 2019. O torcedor Elias Assayag sentiu uma emoção muito grande quando viu Arlindo Jr no palco. “Posso até dizer que é uma emoção dupla, porque é o Arlindo Jr e é o Boi Caprichoso. As histórias se confundem e, quanto aos dois juntos, a satisfação é maior ainda”, frisou.

De acordo com ex-cunhã-poranga do Boi Caprichoso, Marlessandra Santana, foi uma noite muito especial rever Arlindo Jr no curral Zeca Xibelão. “Ele representa a nação azul e branca. É muito bom revê-lo aqui. Esse é um momento que Arlindo Jr merece. Essa homenagem é tudo que a nação azul e branca tem de amor, de carinho, de paixão e toda gratidão para mostrar para ele. Somos muito gratos pela presença dele hoje aqui”, ponderou.

Durante a programação, a diretoria do Boi Caprichoso apresentou ao público os produtos oficiais como a camisa com o tema 2019 “Um Canto de Esperança para a Mátria Brasilis”, em desfile de itens no palco. O Ensaio Show, com Arlindo Jr, teve a vibração das torcidas Força Azul e Branca (FAB), Raça Azul, as coreografias das toadas com os grupos de dança Troup Caprichoso e Corpo de Dança Caprichoso (CDC).

Após o show de Arlindo Jr, quem subiu ao palco foram o apresentador Edmundo Oran, os levantadores de toadas da Marujada de Guerra, Gilson Matos, e Diego Brelaz, com apresentações especiais do pajé, Neto Simões, e da rainha do folclore, Cleise Simas.

 

Fotos: Pedro Coelho

 

você pode gostar também