-Publi-A-

Artista parintinense morre em São Paulo

Ildison de Souza, conhecido como Biro Biro

Mais uma artista parintinense que trabalhava no carnaval de São Paulo foi encontrado morto nesta tarde, no barracão da escola de samba Tucuruvi. Há um mês um artista de Manacapuru teve o corpo carbonizado e ano passado outro parintinense morreu ao cair de uma alegoria enquanto trabalhava.

Ainda não existem informações detalhadas sobre a morte do artesão.

O Boi-Bumbá Caprichoso divulgou nota de pesar agora a pouco. O artista Ildison de Souza, conhecido como Biro Biro,era sobrinho de Junior de Souza um dos principais artistas de ritual de Parintins.

Abaixo leia a nota na íntegra.

A Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso, em nome do presidente Babá Tupinambá, e do vice-presidente Jender Lobato, manifesta pesar pela morte do jovem parintinense, Ildison de Souza, conhecido como Biro Biro, soldador da equipe “Os Considerados”, do artista plástico, Júnior de Souza.

O soldador fez parte da história recente de vitórias do Boi Caprichoso desde o ano de 2015 e infelizmente foi encontrado morto no barracão da Escola de Samba Unidos do Tucuruvi, em São Paulo, na tarde deste domingo, 31 de dezembro. Júnior de Souza conversou com o sobrinho por volta do meio dia no fuso local, 14 horas em São Paulo, e depois foi surpreendido com a notícia triste.

A diretoria lamenta profundamente a perda de mais um operário do festival e solidariza com os familiares neste momento tão difícil. O Boi Caprichoso perde uma mão, que agora descansará na morada do pai celestial e se tornará uma estrela no céu.

você pode gostar também