Artistas do Caprichoso reconhecem ajuda de Jender Lobato para finalizar alegorias

Na primeira semana do mês de junho, artistas de ponta do Boi Caprichoso receberam apoio de Jender Lobato visando a conclusão das alegorias do projeto “Um Canto de Esperança para a Mátria Brasilis”. O vice-presidente do boi visitou o galpão central de alegorias, acompanhou o andamento dos trabalhos artísticos e viu a grandiosidade do espetáculo boi de arena 2019 a busca do tricampeonato no 54º Festival Folclórico de Parintins.

O artista Ferdinando Carivardo disse que toda ajuda soma com os artistas. “O Jender é parceiro do nosso trabalho e nos ajudou simplesmente, porque quer o Caprichoso vencedor. Como ele sempre fala: – Sou Caprichoso e em que eu puder ajudar, eu vou ajudar. Quero agradecer ao Jender. Serviu muito a ajuda que ele nos deu para adiantar e concluir nosso trabalho. Nossas estruturas são imponentes e levam muito ferro. Foi bem-vinda essa iniciativa”, reconhece.

O artista Makoy Cardoso também afirmou que o projeto tem recebido bastante apoio. “A gente sabe o esforço do presidente Babá Tupinambá e, se todo mundo se unir mais ainda, os artistas agradecem. O Jender esteve aqui no galpão conversando com os artistas e colaborou de maneira simbólica. Os artistas agradecem nessa reta final dos trabalhos. Sempre precisamos de algo a mais e quando vem ajuda assim a gente agradece”, enfatiza.

Juarez Lima disse que a preocupação do vice-presidente em ajudar os artistas é de quem tem compromisso com a festa. “O Jender deu essa parcela de colaboração. Agora mais do que nunca assume essa liderança e ficamos felizes com isso. Mesmo com todas as adversidades, nos esforçamos para finalizar o boi. Agradecemos ao Governo do Estado e aos patrocinadores que não deixam de acreditar na nossa festa, mas Deus é quem aponta a estrela irradiante da vitória. Vamos à vitória”, acentuou.

Jender Lobato se sentiu privilegiado em ouvir as demandas dos artistas. “Temos os melhores artistas do festival no Caprichoso. É impressionante a dedicação deles pelo nosso boi e por isso fazemos grandes espetáculos. Nada mais justo do que poder atendê-los, porque nessa hora, nós temos que darmos as mãos e pensarmos no tricampeonato. Isso que a galera almeja e, eu como torcedor, quero ser tricampeão”, declarou.

“Estamos unidos na busca incansável do tricampeonato. Tenho certeza, quando a apresentação do Caprichoso começar, a galera, o público no Bumbódromo e os telespectadores vão se emocionar com o espetáculo. O Caprichoso vem impecável, digno de ser tricampeão. Vamos torcer juntos e acreditar no trabalho da diretoria, do Conselho de Artes e dos artistas que fazem esse boi vitorioso, se Deus quiser, tricampeão”, destacou o vice-presidente.

você pode gostar também