Artistas plásticos passam a utilizar plataformas digitais para divulgação de trabalhos e driblar crise

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

Com a pandemia da Covid-19 veio junto a crise financeira que se alastra em todo o país. Em Parintins, uma das classes mais atingida foi a dos artistas plásticos que adquiram renda principalmente com eventos culturais que causam aglomeração de pessoas como o festival e o carnaval, ambos suspensos por causa da pandemia. Visando driblar essa crise, um grupo de artistas plásticos passou a utilizar as plataformas digitais para divulgação de seus trabalhos e assim abrir oportunidade para alguém contratá-los para algum trabalho particular. Para isso os artistas criaram um grupo no WhtasApp e um perfil e um grupo no Facebook com o nome Guardiões da Arte onde são publicados vídeos e fotos dos artistas no dia a dia de seu trabalho.

Os criadores preferem no momento não serem identificados. “O objetivo realmente é esse de divulgar o trabalho dos artistas de todos os seguimentos, tanto artistas que trabalham no boi e no carnaval quanto os artesãos, toda classe que envolve o mundo artístico buscando também valorizar e mostrar o verdadeiro artista”, disse um dos idealizadores.

De acordo com os artistas, as publicações feitas nesses esses meios digitais tem dado a eles grande visibilidade e assim esses profissionais dão continuidade aos seus trabalhos na esperança de dias melhores.

você pode gostar também