-Publi-A-

Assassino de ex-BBB, morto há sete anos, ainda não foi encontrado

O ex-participante do Big Brother foi atingido por um tiro na nuca, na chácara onde morava com a família, em Alumínio, interior de São Paulo, em junho de 2011

Mais de sete anos após a morte do ex-BBB André Luis Gusmão de Almeida, conhecido como Caubói, a autoria e motivação do crime são desconhecidas pela Polícia Civil. O ex-participante do Big Brother foi atingido por um tiro na nuca, na chácara onde morava com a família, em Alumínio, interior de São Paulo, em junho de 2011.

A informação recebida na época por agentes da corporação era de que André havia escutado o latido de um cachorro e saiu para ver o que era, quando foi baleado. A delegada Luciane Regina Bachi Toledo, responsável pelo inquérito do assassinato, disse, em entrevista ao G1, que o caso foi relatado como “sem autoria”.

“Fizemos o possível e o impossível. Reviramos a vida dele. Fomos todos atrás do caso mesmo”, afirma a delegada. Além da hipótese de vingança, já que Caubói teria uma dívida de R$ 20 mil, a polícia também trabalha com latrocínio, pois foram levados da residência um notebook e uma TV LCD.

Por telefone, a viúva da vítima contou que não vive no mesmo lugar, casou de novo e teve dois filhos. “A gente não fica mais lá [na chácara]. Tenho uma nova vida e a própria família dele me ajudou a seguir em frente”, disse Luciana Gusmão de Almeida, viúva do ex-BBB, por telefone à reportagem.

você pode gostar também