Babá pede desculpas por perda do tricampeonato e exalta empenho pelo Caprichoso

“O mundo não acabou! Aqui, estamos nós, prontos para outras batalhas. Não prometi títulos, em nenhum desses três anos, mas compromisso, entrega e dedicação ao Boi Caprichoso”. Direcionadas para a nação azul e branca, as palavras são do presidente do Caprichoso, Babá Tupinambá, nesta terça-feira, (02/07).

O dirigente azulado ressaltou os três de gestão, com uma equipe empenhada em fazer um trabalho grandioso, independente de resultado. “Abdicamos de nossas profissões, famílias, sacrificamos nosso lazer, para estarmos nos galpões, QG’s, ateliês, ensaios, palcos de Parintins e Manaus para ajustar todos os detalhes para que pudéssemos entrar na arena e mostrar a revolução do Boi Caprichoso”, pontuou.

“Hoje, um dia após o resultado do festival, quero agradecer a cada sócio, a cada torcedor e a cada integrante do Boi Caprichoso que esteve conosco nesses três anos, pois, em nossa trilogia, somos os verdadeiros campeões com dois títulos nossos contra um do contrário”, afirmou o presidente do Caprichoso.

Babá Tupinambá agradeceu ao vice-presidente, Jender Lobato, e ao presidente do Conselho de Artes, Ericky Nakanome, com toda a diretoria, por ajudarem o Boi Caprichoso a trilhar o caminho da inovação, sem perder a essência da tradição, no triênio 2017/2019, com espetáculos de orgulhar o torcedor azulado, com a conquista de dois títulos consecutivos.

“Nação Azul e Branca, me desculpe por não conseguir o tricampeonato, mas o Caprichoso mostrou que é a revolução e, de fato, mostrou uma forma inovadora, ousada e contagiante de fazer boi-bumbá, elevando o nível das apresentações do Festival Folclórico de Parintins”, enfatizou o presidente do Caprichoso.

você pode gostar também