Bairro União, Itaúna 2 e Paulo Corrêa lideram em grávidas com Covid-19

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

Parintins (AM) – De acordo com o mapa epidemiológico da Prefeitura de Parintins divulgado ontem (25/05), o Bairro União, Itaúna 2 e Paulo Corrêa lideram em grávidas com Covid-19. No Bairro União são 6 casos, no Itaúna 2 são 3 e Paulo Corrêa 2.

Nos bairros Palmares, Centro, São Vicente, Pascoal Alágio e Santa Rita possuem um caso cada.

Nas comunidades Parananema, Mato Grosso, Nova Canaã, Monte Horebe, Manain e Vila Amazônia também possuem uma gestante positivada para Covid-19 cada.

O diretor do Hospital Padre Colombo, Alberto Figueiredo, quem está a frente desses cuidados especiais, informou que a estratégia da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) é reforçar os pré-natais para que não haja gestantes complicando outras doenças por consequência do novo coronavírus.

Em relação as grávidas que estão em trabalho de parto, ele informou que elas fazem o teste para Covid-19 no Hospital Padre Colombo. Caso a paciente dê positivo, ela vai para uma ala separada. Se o resultado der negativo ela é conduzida para a obstetrícia. “A nossa preocupação vem sendo principalmente em relação as pacientes que começam a desenvolver a famosa candidiáse e que isso possa ter uma repercussão maior por causa do coronavírus”, disse Alberto Figueiredo.

De acordo com ele, até o momento no município não teve casos graves em gestantes, foram todos casos leves. Algumas até assintomáticas. Figueiredo afirma também que nenhuma gestante precisou ser internada, apenas uma ficou internada no Hospital Jofre Cohen, referência no tratamento da doença em Parintins, mas ela não estava em trabalho de parto.

O município de Parintins registrou o primeiro parto cesariana de paciente com Covid-19 no dia 08 de maio.

A médica obstetra Rafaela Seffair que comandou o procedimento cirúrgico da paciente solicita a todas as grávidas que estejam próximo a dar à luz que não se preocupem e procurem o Hospital Padre Colombo para o procedimento, de forma segura e que não tentem realizar partos em casa, o que é muito arriscado.

Conforme o boletim epidemiológico publicado nesta terça-feira, 26, na cidade há 1489 casos notificados, 585 descartados, 1.001 confirmados, 520 pessoas recuperadas, 431 em tratamento, 50 óbitos, 37 pacientes internados e 1.074 pessoas sendo monitoradas.

você pode gostar também