-Publi-A-

Banda Zona Tribal lança quarto videoclipe da carreira

Uma das mais produtivas bandas de Manaus, lança mais um produto para a alegria de fãs e admiradores da heroica cena autoral de Manaus. O Zona Tribal, banda que há 20 anos trilha o tortuoso caminho da produção própria, chega ao quarto videoclipe da carreira que será lançado na quarta-feira (06) nas redes sociais You Tube e Facebook.

Intitulado “Poemas de Banheiro”, o novo audiovisual do quarteto composto por Marcos Moura (bateria) Jean Carlo (guitarra) Plínio Annunciato (baixo) e Mencius Melo (vocal), é uma versão “quase desplugada” da banda. Gravado em dois dias no Museu Casa de Eduardo Ribeiro, em Manaus, a produção contou com apoio da Secretaria de Estado da Cultura – SEC e leva a assinatura da produtora Go Fast, do diretor Plínio Annunciato. “Fizemos os três primeiros clipes da banda com a produtora paulistana Movie3, e dessa vez resolvemos apostar no talento do Plínio, que recentemente montou a produtora Go Fast”, explicou o vocalista Mencius Melo. Segundo ele, o resultado não poderia ser melhor. “O resultado final ficou maravilhoso, tanto o é, que iremos gravar9 mais dois clipes com a Go Fast”, adiantou.

Atenção ao audiovisual

Com três albuns lançados: “Zona Tribal” (2002) “Extremo Norte” (2006) e “Crônicas” (2012) e mais três videoclipes: “Guerrilha” (2012) “Suicídio” (2015) e “Crônicas do Dia a Dia” (2016), o Zona Tribal há muito entende a importância de um bom audiovisual.

Tanto que “Poemas de Banheiro”, é o quarto videoclipe da banda e ainda em 2018, a banda pretende lançar mais dois clipes. “Hoje os apreciadores do gênero musical não querem somente ouvir a música, eles querem ver a música”, destaca o guitarrista Jean Carlo. “Poemas de Banheiro” foi gravado em dois dias no Museu Casa de Eduardo Ribeiro e contou com a participação especial da estudante Yaci de Sales Menezes (11), aluna do Instituto de Educação do Amazonas – IEA. E do figurante Wallace Raphael. Assim como os três primeiros videoclipes (confira os links abaixo), “Poemas…” foi gravado em Manaus, em locações que representam a identidade amazônida do quarteto manauara, como museu dedicado a Eduardo Ribeiro e em banheiros de bares como o ‘Tombaqui’, ‘Nossa Senhora do Perpétuo Socorro’. “Nunca abrimos mão de nos identificar com as nossas origens, sejam elas florestais ou urbanas”, finalizou o vocalista Mencius Melo.

Links três primeiros clipes
https://youtu.be/65DSZ_-lGSY
https://youtu.be/wGqIt6O0WjU
https://youtu.be/DmK4Xdbk5Dk

Link “Poemas de Banheiro”
https://youtu.be/1QKnmdi7QQU

você pode gostar também