Barco-Hospital Papa Francisco atende mais de 1.200 pessoas no Rio Mamuru

Da Redação | Parintins 24 Horas

[email protected]

Aproximadamente 1.200 pessoas foram atendidas por assistência médica, entre as quais de sete especialistas de São Paulo, no Barco-Hospital Papa Francisco, no rio Mamuru, no porto da comunidade Nossa Senhora da Conceição da Sabina, de 04 à 06 de outubro. A embarcação recebeu moradores de quase 20 comunidades rurais localizadas entre os municípios de Parintins, leste do Amazonas, e Juruti, oeste do Pará.

A equipe médica, composta por 35 profissionais de saúde, promoveu diversos procedimentos como cirurgia de pedra na vesícula, laqueadura, hérnia, fimose, atendimentos odontológicos, mamografia e exames ambulatoriais. O Barco-Hospital Papa Francisco chegou ao Rio Mamuru, na tarde de quinta-feira, 03 de outubro, onde os atendimentos médicos ocorreram por três dias, das 8h às 17h, até às 16h de domingo, 06.

Agente Comunitária de Saúde (ACS) de Parintins no Rio Mamuru, Erlita Lopes colaborou com os atendimentos. “Foi muito gratificante, nesses três dias, ajudar, conhecer e adquirir experiência. A gente sabe que a população necessita realmente de atendimentos como esses que vieram abençoados por Deus. Muitas pessoas esperavam por uma cirurgia há três anos e não conseguiam. Cada procedimento foi um sucesso para todos nós profissionais da saúde que estávamos dentro da embarcação”, declara.

O Barco-Hospital Papa Francisco leva atendimentos médicos para locais isolados, com enfoque especial na prevenção contra o câncer – uma das patologias de maior incidência na região – mediante exames e triagens para pesquisas em parceria com as universidades. A embarcação seguiu viagem para a Ilha Valha-me Deus, em Juruti, onde iniciou atendimentos aos moradores, nesta segunda-feira, 07.

É equipada com consultórios médicos e odontológicos, centro cirúrgico, sala de oftalmologia, laboratório de análises clínicas, salas de medicação, de vacinação, de leitos de enfermaria. O barco-hospital também possui equipamentos para exames, como raio-X, ultrassom, ecocardiograma, mamógrafo, esteira ergométrica e eletrocardiograma. Entre os serviços, oferece exames de prevenção de colo de útero (Papanicolau).

O projeto é resultado de uma provocação do Papa Francisco, na Jornada Mundial da Juventude, em 2013, voltado para a Amazônia. O Bispo da Diocese de Óbidos, Dom Bernardo transformou o questionamento do pontífice em realidade. A tripulação do barco-hospital tem 10 membros fixos e 20 voluntários para realizar as expedições durante 10 dias, em média. A base é Óbidos, Pará, com paradas em Santarém e Belém.

você pode gostar também