Barreirinha clama por justiça para morte de carpinteiro, em caminhada pela paz

Da Redação | Parintins 24 Horas

[email protected]

Amigos e familiares do carpinteiro Gedeão Adrião Gaia, 47 anos, mobilizaram a população de Barreirinha para um grande ato de manifestação nas ruas da cidade, na tarde desta sexta-feira, a partir das 16h.

A concentração do ato será na Rua Nove de Junho, em frente à residência do enfermeiro Roni Tavares. Em memória ao carpinteiro, a caminhada pela paz vai protestar contra todo o tipo de violência e a impunidade aos criminosos.

O assassinato do carpinteiro, com cerca de 70 golpes de terçado, ocorreu na Rua Aurélio de Andrade, no bairro Nova Conquista, no dia 27 de julho. Um dos suspeitos do homicídio, Jonilson Ferreira de Souza, 27 anos, está foragido.

Legenda: Jonilson Ferreira de Souza está foragido, após participar do assassinato do carpinteiro

A Polícia Civil de Barreirinha prendeu apenas um acusado, de nome Joelson, que revelou a motivação e participou do crime bárbaro que chocou e revoltou Barreirinha. Ele informou que um menor de idade não participou do crime.

“Clamamos por justiça. A caminhada pela paz em memória do meu tio é muito importante para Barreirinha, devido ao alto índice de criminalidade e tráfico de drogas. Antigamente, a cidade era bem tranquila e vivia em paz, mas hoje em dia é essa ‘guerra’. Ninguém pode andar mais nas ruas e trabalhar honestamente para garantir o pão de cada dia, porque pode ser vítima a qualquer momento”, desabafa Michel Araújo, sobrinho de Gedeão Gaia.

você pode gostar também