Barreirinha estende restrições por mais 15 dias para proteção do município contra Covid-19    

Barreirinha (AM) – O crescente número de casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no Amazonas fez o prefeito de Barreirinha, Glenio Seixas, determinar, por mais 15 dias, a suspensão dos serviços não essenciais, a fim de evitar aglomeração de pessoas. A prorrogação da medida mantém escolas fechadas, eventos públicos, esportivos, culturais e atividades paralisadas, entre outros.


Desde o dia 17 de março, o decreto nº 050/2020, está em vigor, em Barreirinha, para evitar a proliferação da Covid-19 e a contaminação da população, no município. As ações restritivas designadas pelo prefeito Glenio Seixas estão em consonância com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde, Governo do Amazonas, Defensoria Pública e Ministério Público.

O Comitê de Combate ao Novo Coronavírus da Prefeitura de Barreirinha tem sido eficaz, para evitar a entrada de pessoas infectadas, no município. Profissionais de saúde, forças de segurança pública, Defesa Civil, em ação conjunta com órgãos da administração municipal, fiscalizam, diuturnamente, o cumprimento das medidas de prevenção, como no caso da proibição de transporte fluvial de passageiros.

As restrições rigorosas apresentam resultados, com nenhum cidadão de Barreirinha infectado com Covid-19, até o momento. “Estamos com os indicadores da doença zerados aqui, porque o trabalho tem surtido efeito. Infelizmente, os sinais vindos, principalmente de Manaus, não são bons. Seguiremos firmes e agiremos com precisão na luta contra esse vírus” , declarou o prefeito Glenio Seixas.

 

Foto drone: Kalloan Lopes

você pode gostar também