Barreirinha recebe testes rápidos de covid-19 e instala base de saúde na Barreira do Andirá  

A Prefeitura de Barreirinha, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), recebeu cerca de 60 testes rápidos enviados pelo Governo do Amazonas, encaminhados pelo Ministério da Saúde, nesta quinta-feira (09). Os kits de exames serão utilizados em pacientes suspeitos com Covid-19, selecionados pela Fundação de Vigilância em Saúde.

Segundo o diretor do Hospital Coriolano Lindoso, Mário Carneiro, haverá alguns critérios médicos para o uso do teste rápido. “Vai ser feita uma avaliação minuciosa. Os pacientes devem se enquadrar nos requisitos e apresentar os sintomas característicos do vírus. A gente não pode correr o risco de examinar todo mundo, para evitar desperdício”, disse.

Uma pessoa suspeita com Covid-19 será submetida ao teste, que é diferente do método laboratorial, funciona com uma coleta de uma amostra de sangue, semelhante ao de glicemia. Após a retirada do sangue, é coletado com uma pipeta e colocado em uma plataforma de plástico. Se aparecerem dois traços, o resultado é positivo para Covid-19.

Além dos kits de testes rápidos, a Semsa Barreirinha recebeu dois termômetros digitais. O aparelho necessita somente ser apontado para a testa de uma pessoa, com uma distância considerável para arealização da medição de temperatura. Com isso, o termômetro digital pode ser utilizado várias vezes, sem causar incômodo ao usuário.

Barreira contra embarcações

Órgãos da administração municipal têm se empenhado para evitar a entrada de pessoas com o coronavírus, em Barreirinha. O secretário de saúde, Péricles Tavares, anuncia a alocação da Unidade Básica de Saúde Fluvial (UBSF), próxima ao Distrito de Barreira do Andirá, para fiscalizar a entrada de embarcações vindas de Parintins, de forma clandestina.

A reincidência do transporte fluvial de passageiros, oriundos de Parintins, causa preocupação. “Recebemos várias denúncias de moradores dessa região sobre muito tráfego de embarcações vindas do município vizinho, com grande quantidade de pessoas, com destinos às comunidades e distritos. Precisamos evitar essa circulação”, avisou Péricles Tavares.

A UBSF de Barreirinha será enviada para o Distrito da Barreira do Andirá, na próxima segunda-feira (13). A base fluvial contra o coronavírus terá equipes da Secretaria Municipal de Saúde, Fundação de Vigilância em Saúde, Guarda Civil, as Polícia Civil e Militar. A força-tarefa fiscalizará e orientará a população sobre a pandemia de Covid-19.

você pode gostar também