-Publi-A-

Base Arpão flagra homem transportando o equivalente a 140 carradas de seixo sem licença ambiental

Aproximadamente 1,8 mil metros cúbicos de seixo foram apreendidos pela Base Arpão, nesta quarta-feira (24/03), durante fiscalizações realizadas no rio Solimões, em Coari (a 363 quilômetros de Manaus). O material vinha sendo transportado de forma irregular, o que configura crime ambiental.

Um homem de 45 anos, responsável pelo transporte do minério, foi detido. Eram duas balsas e um barco empurrador navegando com o seixo vindo de Japurá, município distante 1.498 quilômetros da capital do Amazonas, para onde o material era destinado.

Assim como para a extração e exploração, o transporte de recursos minerais é uma atividade que exige licença dos órgãos ambientais. O descumprimento fere a Lei Federal de crimes ambientais (9.605), com pena de prisão de seis meses a um ano, além de multa.

Os policiais da Base Arpão abordaram a embarcação nas proximidades da comunidade Bela Vista, em Coari, por volta das 18h. O seixo apreendido equivale a cerca de 140 carradas do material utilizado em diversas etapas da construção civil.

Além do minério, um barco empurrador e duas balsas foram apreendidas. A ação representou um prejuízo de 2,6 milhões ao crime.

*Base Arpão –* Criada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), a Base Arpão atua de forma integrada com efetivos das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal, Força Nacional, Secretaria de Operações Integradas (Seopi), do Ministério da Justiça e Segurança Pública e Ibama.

A unidade é um investimento do governo do Amazonas e funciona em parceria com o governo federal.

*FOTOS:* Divulgação/SSP-AM

você pode gostar também