Belarmino Lins entrega carta de desfiliação do PMDB à Justiça Eleitoral e a Eduardo Braga

MANAUS-AM - 28/12/2009 - ENTREVISTA COM O PRESIDENTE DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO AMAZONAS BELARMINO LINS. FOTO: MARCIO JAMES/ACRITICA

Alegando motivos de ordem pessoal, o deputado estadual Belarmino Lins oficializou, agora há pouco, nesta sexta-feira (11), a sua desfiliação do PMDB.

A carta com o pedido de desfiliação foi encaminhada ao ministro de Minas e Energia e presidente da sigla, Eduardo Braga, e entregue na sede da legenda em Manaus, na manhã desta sexta-feira.

Cópias do documento também foram apresentadas pessoalmente por Belarmino ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM).

Carta direcionada a Braga e ao TRE-AM

O deputado ainda não divulgou para qual partido migrará. Nos bastidores, comenta-se que o  deputado federal Átila Lins (PSD) estaria responsável pela articulação de um novo abrigo ao irmão. O PSD de Omar Aziz é um caminho estudado.

Com a briga entre Eduardo Braga e o governador José Melo (Pros) se acirrando, o PMDB decidiu esse ano enquadrar Belarmino Lins. Ou ele seguiria as orientações do partido, ditadas por Braga, ou teria que procurar abrigo em outra sigla.

O parlamentar já havia sido alertado que seria chamado para uma “conversa” com o secretário-geral do PMDB, Miguel Capobiango.

Após as eleições de 2014, Belarmino ignorou os dirigentes partidários e permaneceu na base do governo Melo. Desde o início dessa legislatura, Belão, como é conhecido, avisou aos colegas peemedebistas que não tinha vocação para ser oposição. Até então, o PMDB tinha deixado o caso por isso mesmo. A situação mudou.

Fonte: acritica

você pode gostar também