-Publi-A-

Bispo Dom Giuliano Frigeni recebe Título de Cidadão Parintinense

Foto: Simone Brandão.

A Câmara Municipal de Parintins realizou nesta sexta-feira, 28 de maio, uma Sessão Solene de Outorga de Título de Cidadão Parintinense ao Reverendíssimo Bispo Dom Giuliano Frigeni, Bispo da Diocese de Parintins. Grande é a satisfação deste parlamento em conceder tal honraria, em reconhecimento àquele que se doa por mais de duas décadas ao serviço pastoral e social, sendo grande líder da Igreja Católica na Ilha Tupinambarana. A honraria evidencia o trabalho desempenhado pelo homenageado em favor do município, seja na área religiosa, social, da saúde, educação, esportiva e cultural da comunidade parintinense, da cidade e zona rural. O título reconhece os relevantes serviços deste missionário em defesa do povo.

Um Vídeo com a linda e árdua trajetória de vida de Dom Giuliano Frigeni emocionou ao público presente. Dom Giuliano Frigeni, sacerdote do Pontifício Instituto para as Missões Estrangeiras (PIME), nasceu em Bérgamo, na Itália, em 1º de julho de 1947. Desde o ano de 1999 é Bispo da Diocese de Parintins.

A solenidade foi comandada pelo Presidente da Câmara Mateus Assayag (PL), e contou com a participação dos Vereadores Telo Pinto (PSDB), autor da propositura, Alex Garcia (PSD), Babá Tupinambá (PDT), Brena Dianná (PSD), Cabo Linhares (PSL) e Massilon Cursino (Republicanos); do Prefeito de Parintins Bi Garcia (DEM); da primeira-dama Mayra Dias; do Padre Dorival Nascimento, Vigário Geral da Diocese de Parintins; da Irmã Iracema de Oliveira, Gestora do Colégio Nossa Senhora do Carmo; bem como de Diáconos e da imprensa. “Homem de sabedoria ímpar a quem procuro sempre para conselhos e orientação”, destacou o autor da propositura, vereador Telo Pinto. O parlamentar relatou sobre sua amizade com o homenageado e sobre sua vivência cristã junto ao líder católico.

Em seu discurso, o edil pontuou os trabalhos à frente da Diocese e sua dedicação à vida religiosa e às áreas da educação, saúde e social em Parintins. “Esta é uma singela homenagem e reconhecimento. Com grande orgulho, é o momento de dizer que o senhor é, oficialmente, nosso irmão daqui da cidade de Parintins”, frisou.

O Diploma de Título de Cidadania Parintinense ao Bispo Diocesano Dom Giuliano Frigeni foi entregue pelo Vereador Telo Pinto e pelo Prefeito Bi Garcia. Por meio de um vídeo, os alunos do Centro Nossa Senhora das Graças renderam homenagens ao Bispo e agradeceram a ele por toda atenção, carinho e amor pelo povo parintinense. A escola é um dos frutos do empenho de Dom Giuliano.

Paulo Pacheco, representante dos Diáconos da Diocese de Parintins, destacou que o reconhecimento pela doação de uma vida é a maneira mais verdadeira de gratidão. “Somos gratos por sua vida, Dom Giuliano, pois são mais de duas décadas ajudando a construir uma igreja viva, capaz de ajudar a quem assim desejar. Reconhecê-lo como um de nós, parintinenses, só expressa o quanto o Senhor buscou estar presente junto ao povo dessa Diocese, com uma presença verdadeira, próxima”, afirmou Paulo Pacheco ao agradecer também ao Bispo Dom Giuliano por criar e fortalecer o Diaconato Permanente na Diocese de Parintins.

Para a Irmã Iracema de Oliveira, Gestora do Colégio Nossa Senhora do Carmo, a homenagem é mais do que justa e necessária, é o reconhecimento de uma população a um senhor que dedica sua vida 24 horas por dia a uma árdua missão, de doação. Frisou que o Bispo Dom Giuliano tem uma vida solidária e humilde.

Mateus Assayag enalteceu que Dom Giuliano é uma pessoa extremamente querida e amada pelos parintinenses, por toda sua história, legado e por toda sua vivência em Parintins, é mais do que um irmão da terra. Dentre as batalhas diárias travadas pelo missionário, Mateus evidenciou a luta de Dom Giuliano pelas crianças e pelo Hospital Padre Colombo.

O prefeito Bi Garcia ressaltou que Dom Giuliano é uma grande liderança da Igreja Católica da cidade de Parintins e do Baixo Amazonas, sempre presente na vida da população. “Como Prefeito, além de testemunhar esse momento, vim trazer nosso carinho e compromisso de manter nossas parcerias e conquistas em benefício da população parintinense”, disse Garcia ao direcionar seu discurso ao Bispo.

O Cidadão Parintinense Dom Giuliano Frigeni agradeceu a honraria concedida pelo Poder Legislativo e evidenciou sua atuação diária e trabalho religioso, social, educativo, na saúde, no esporte e, principalmente, nas comunidades do interior. “Espero que essa cidade esteja sempre aberta ao encontro com as outras cidades, que possa continuar a semear e a partilhar as alegrias. Vou continuar a servir essa cidade. Podem contar sempre comigo, não só por ser Cidadão Parintinense agora, mas por ser um congregado pelo bem. Muito obrigado”, disse.

Andressa Dutra e Rômulo Arcângelo interpretaram as canções “Caçador de Mim” e “Anunciação”, em homenagem ao mais novo Cidadão Parintinense.

Dom Giuliano Frigeni tem como Lema Episcopal “TAM PATER NEMO”, que significa “Ninguém é tão Pai”. É o Bispo que mais ordenou sacerdotes na Diocese desde criação da Prelazia. /

Por Mayara Carneiro – Assessoria de Imprensa da CMP

você pode gostar também