Blocos de Carnaval desfilam no Rio mesmo com proibição

A poucos dias do início do feriado de Carnaval, ao menos dois blocos desfilaram de forma clandestina pelas ruas do Rio de Janeiro neste sábado (19).

Os blocos saíram em cortejo a despeito da decisão da prefeitura, anunciada em 4 de janeiro, de suspender o Carnaval de rua cidade após a nova escalada de casos da Covid-19 no país. Apesar da proibição da festa, o feriado foi mantido.

O bloco chamado Não Adianta Ficar Putin desfilou pelas ruas do centro da cidade na manhã de sábado, saindo das intermediações do Museu do Amanhã e seguindo até a região do Boulevard Olímpico.

Vídeos que circulam em redes sociais mostram centenas de foliões desfilando acompanhados de uma banda de sopro. A maioria não usava máscara.

Em nota, a Secretaria Municipal de Ordem Pública da Prefeitura do Rio disse que guardas municipais atuaram na desmobilização de um bloco no centro do Rio, na praça da Cruz Vermelha.

A pasta destacou ainda que alguns integrantes do bloco se deslocaram para a rua da Carioca, ocupando um terreno, mas a Guarda Municipal atuou no local até a total dispersão do grupo.

A secretaria também informou que desmobilizou outro evento clandestino na região do centro do Rio. “Cerca de cem pessoas estavam no bloco, que foi desmobilizado pelos agentes por volta das 11h, com diálogo e sem registro de incidentes”, disse.

A prefeitura do Rio ainda afirmou em nota que monitora, por meio do setor de inteligência, eventos irregulares para que não haja transtornos na cidade e que a Guarda Municipal atua na desmobilização desses eventos.

“Os órgãos destacam ainda que contam com a conscientização e a colaboração da população para evitar participar de eventos do tipo”, afirmou.

O Carnaval de rua da cidade do Rio foi cancelado em janeiro pelo prefeito Eduardo Paes (PSD) após o aumento de casos de Covid-19 com a disseminação da variante ômicron ao Brasil.

A decisão foi informada em reunião com representantes de cerca de 450 blocos da cidade, que concordaram com a medida, e depois anunciada em transmissão nas redes sociais. No total, 506 blocos de rua se inscreveram em 2022

Os desfiles de escolas de samba em São Paulo e no Rio de Janeiro foram adiados para fim de abril, conforme anunciaram em conjunto em janeiro os prefeitos Ricardo Nunes (MDB-SP) e Eduardo Paes (PSD-RJ).

Os desfiles serão no feriado de Tiradentes, em 21 de abril. Ainda não foram divulgadas as datas exatas de apresentação de cada escola de samba. Tradicionalmente, os desfiles paulistanos são na sexta e no sábado, enquanto os cariocas são no domingo e na segunda.

 

Com informações do FolhnaPress

você pode gostar também
..