-Publi-A-

Blog de Manaus mostra possível abuso de policiais militares destacados para trabalhar nas Eleições de Maués

Ação dos policiais militares em Maués. Reprodução/BNC

De bermuda, armados e bêbados, PMs da eleição põem moradores de Maués no paredão

O Blog BNC divulgou neste sábado, 24, imagens e fotos do possível abuso de policiais militares destacados para atuar durante o período eleitoral naquela cidade. A ação, segundo a matéria, teria revoltado a população da terra do Guaraná.

Abaixo leia a matéria reproduzida do Blog BNC

Vídeos gravados por populares no município de Maués na madrugada deste sábado, dia 24, mostram policiais militares do Amazonas em um modo de abordagem fora dos padrões do que, acredita-se, lhes seja ensinado nas academias da organização.

Imagens mostram policiais militares, do grupo de 60 deles que foi enviado para dar segurança nas eleições, agindo fora do que preconiza os regulamentos internos da corporação.

Dois detalhes chamam a atenção, à primeira vista: os policiais estão à paisana (sem farda), de bermuda, inclusive, e pelo menos três deles são vistos com armas de fogo nas mãos, apontando para as pessoas que estão de costas, com as mãos para o alto encostadas contra um muro.

Os moradores acusam a polícia de truculência e constrangimento, jogando-os ao chão e apontando as armas, sem qualquer necessidade já que não houve nenhum gesto de reação à abordagem.

Um dos policiais com armas nas mãos seria o tenente Tiago Dantas, disseram fontes do BNC em Maués.

Ele, e uns outros cinco ou seis policiais, estavam bebendo cervejas na praça de alimentação da cidade quando resolveram levantar da mesa, sob ordem do tenente, para abordar um grupo de quatro homens e uma mulher que estava nas proximidades, no canto da praça, conversando.

Ao perceber o abuso e a irregularidade da abordagem, a população da cidade reagiu e foi cobrar explicações dos policiais militares para a ação contra os moradores.

Nesse momento, o tenente Tiago teria sacado de sua arma e partido para cima dos populares, ameaçando-os para que desligassem os celulares e não filmassem a abordagem.

Só que ninguém se intimidou, continuou a filmar e chamou a PM local, a que estava de serviço. Na chegada da viatura, um dos policiais de Maués viu que um dos abordados seria seu irmão. E apaziguou a situação chamando a ocorrência para sua responsabilidade.

Segundo a fonte, no grupo abordado estava uma mulher, que os policiais “visitantes” ainda tentaram revistar, sendo impedido pela intervenção dos populares porque entre eles só havia homens.

As vítimas da abordagem registraram boletim de ocorrência na delegacia da Polícia Civil neste sábado.

O BNC tentou ouvir o tenente Orlando (92 91xx-xx80), da PM local. Ele atendeu a ligação, mas disse não estar entendendo, e desligou.

você pode gostar também