Blogueiro defensor do laicismo é assassinado em Bangladesh

Blogueiro foi assassinado com golpes de facão e um tiro

O blogueiro e estudante de Direito, Nazimuddin Samad, foi assassinado  a facadas por um grupo de homens encapuzados na noite da última quarta-feira (6/4) na cidade de Dacca, em Bangladesh.

De acordo com AFP, o jovem de 26 anos publicava mensagens contra o islamismo radical. Agora ele integra a lista de blogueiros mortos por defender o laicismo em Bangladesh.
“Ao menos quatro pessoas atacaram Nazimuddin Samad na cabeça com facões. Quando ele caiu no chão, um deles atirou com um revólver à queima-roupa. Ele morreu na hora”, afirmou o comandante da polícia de Dacca
Segundo o jornal Dhaka Tribune, os criminosos gritaram “Allahu Akbar” (Deus é grande) no momento do ataque.
Imran Sarker, líder da principal rede de blogueiros de Bangladesh, disse que Samad participou das manifestações de 2013 contra os principais líderes islamitas acusados de crimes de guerra durante a guerra de independência em 1971 e que era um militante do laicismo e uma voz forte contra a injustiça social.
Em 2015, quatro blogueiros e um editor que defendiam o Estado laico foram assassinados em Bangladesh, provavelmente por islamitas.
Do Portal Imprensa
você pode gostar também