Boi Garantido lança toada tema “Amazônia do Povo Vermelho (Templo de luta)” dos Curuatás

A obra musical “Amazônia do Povo Vermelho (Templo de luta)” dos compositores parintinenses Bruno Bulcão e Jaércio Anselmo “Os Curuatás” é a toada tema do Boi Garantido, no Festival Folclórico de Parintins 2022, que foi revelada nesta sexta-feira (11), nas Redes Sociais do Bumbá. O boi vermelho e branco defenderá a temática ‘Amazônia do Povo Vermelho’.
A toada que está na voz do levantador David Assayag foi gravada no estúdio Amazonas Brasil, com produção musical de Paulinho Du Sagrado, Rubens Alves, Mencius Melo e Valdenor Filho, o “Pelado”, que também é responsável pelos arranjos da música.

“É uma toada forte com letra que é a cara do que o Garantido vai apresentar na arena”, avaliou o presidente do Boi Antonio Andrade. Ele salientou que os Curuatás foram muito felizes quando fizeram a letra e o arranjo. “Com certeza será uma das toadas mais bonitas do álbum”, sintetizou.

Rubens Alves, um dos coordenadores da Direção Geral do Espetáculo (DGE), recorda que a composição chamou atenção de todos, desde a primeira vez que foi ouvida, mesmo ainda estando sem arranjos. “Estava crua,mas já chamou atenção”, resumiu.

Na opinião dele, “Amazônia do Povo Vermelho (Templo de luta)” traduz o discurso do Garantido trazendo o indígena para o centro da proposta, inclusive apresentando pela primeira vez uma toada de fato indígena como tema. “É comum ver toadas temas sobre a Amazônia, já tivemos algo que se aproximou, mas essa tem mais essência do que queremos”, destacou.

Inspiração

Os Curuatás, compositores relativamente novos no mundo do boi-bumbá, estão se destacando no Garantido, desde 2019, com músicas que chamaram atenção da galera, “Meu nome é Povão” (2019); “Devaneios” (2020) e “Declaração de Amor (Me leva boi)” (2021).

“O momento é de realização, satisfação e afirmação dos nossos ideais como compositores e acima de tudo torcedores”, afirmam em uníssono os compositores Bruno Bulcão e Jaércio Anselmo.

Mencius Melo destacou que a DGE está tendo um olhar diferenciado a nova geração de compositores.

Ele lembra que a toada tema era entregue tradicionalmente a “medalhões”, porém a ideia agora é lançar um olhar a outras direções. “O novo tem espaço, mas claro sem esquecer a tradição. Os Curuatás mostram que o novo sempre vem e com força. A toada é linda e, com certeza, a galera se identificará”.

“A toada tema escolhida ser nossa composição, nos dá a certeza de que conquistamos mais um degrau na escada da evolução como artistas. Conquistar esse espaço é uma afirmação de nossa evolução. Sair do óbvio, do previsível e contribuir mais uma vez com o espetáculo do Boi Garantido, no enche de orgulho”, resumiu Bruno.

Ao falar da escolha da toada, Jaércio Anselmo se emociona. “Essa escolha é o significado do mérito de uma jornada de muitos anos, trazendo a autenticidade, inovação, desafios e superação na arte de compor uma obra para o Garantido. Estou em êxtase, pois isso é o reconhecimento da obra do compositor e, nesse contexto, a execução na arena é o maior prêmio. Estou muito ansioso”, disse.

A toada tema do Boi Bumbá Garantido 2022, segundo o produtor musical Paulinho Du Sagrado, é uma obra musical que traduz a criatividade artística, que produz uma sonoridade estética musical inovadora. “É perceptível a sensibilidade da arte, da cultura e do entretenimento nessa composição. Meus parabéns aos Curuatás!”, finalizou.

você pode gostar também
..