Bois de Parintins coloriram de vermelho e azul o Arena Planeta Boi, no último sábado (28)

Na noite do último sábado (28), Manaus foi presenteada com um mega espetáculo de magia, encanto, beleza e alegria com as apresentações dos bumbás de Parintins na Arena da Amazônia, que mostrou, pelo sucesso de público, como será a intensa movimentação do Festival Folclórico de Parintins 2022, que acontecerá nos dias 24, 25 e 26 de junho.

O Boi Caprichoso foi o primeiro a se apresentar e seus itens oficiais mostraram perfeita sintonia e entrosamento, principalmente o estreante Levantador de Toadas Patrick Araújo e o Apresentador Edmundo Oran, que mantiveram o ritmo vibrante do show, desde o início ao fim.

 

A apresentação de Mara Lima rendeu muitos elogios do público ao cantar a Toada (2020) “Guardiãs”, dos compositores Rodrigo Bitar e Ronaldo Yoshi, um canto de empoderamento, que exalta a força das mulheres contra a violência sofrida pelos povos indígenas e em defesa do ambiente.

A chegada de Marciele Albuquerque através de um cabo de aço, que a trouxe do posto mais alto da arquibancada da Arena da Amazônia até o palco, mostrou toda a coragem e desenvoltura da Cunhã Poranga do Boi Caprichoso, seja em solo ou no ar. A guerreira mais bela da tribo foi ovacionada pelo público.

Para a torcedora do Boi Caprichoso Fabiana Bianchet, catarinense, que estava nitidamente emocionada com a apresentação, ressaltou que “este momento é de uma emoção imensurável, e é preciso comemorar a oportunidade de estar no meio desse povo exaltando a cultura do Amazonas. Depois de muito choro e muita tristeza a gente consegue vê muita alegria estampada no rosto dos amazonenses”.

O espetáculo do Boi Garantido deixou a Arena da Amazônia no tom da alegria e bem avermelhada. O público presente, predominantemente de torcedores do “Boi do Coração na Testa”, fez as estruturas do coliseu amazônico vibrar ao soar dos primeiros toques de “Alma Rubra”, que foi entoada pelo Apresentador Israel Paulain.

  

Israel Paulain, também foi responsável por eternizar um dos momentos mais marcantes do espetáculo, quando foi realizada a “contagem” ao lado da Batucada.

E se era para começar o show naquele momento, que fosse em grande estilo: os Levantadores de Toada David Assayag e Sebastião Júnior fizeram um dueto inesquecível, cantando “Sou Garantido”, com reação imediata do público.

“DNA Caboclo”, na voz de Márcia Siqueira, não poderia faltar para grifar o sucesso do Arena planeta boi. A primeira Levantadora de Toadas do Festival Folclórico de Parintins mostrou através de sua apresentação, a representatividade da mulher, amazônida, cabocla, que ocupa lugares que eram tidos como exclusivos para personagens masculinos.

O nome mais comentado da noite foi da Cunhã Poranga do Boi Garantido Isabelle Nogueira, tanto por sua beleza, quanto por sua efusão durante a apresentação que deixou o público em polvorosa.

  
A noite ainda contou com a apresentação de Márcia Novo, Amazonas Jazz Band, do grupo de dança GandhiCats, DJ Ítalo, Banda Canto da Mata e convidados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações do Cultura Amazônica

você pode gostar também