Bolsonaro comete ato falho e diz que Brasil tem ‘chefe do Executivo que mente’

O presidente Jair Bolsonaro cometeu um ato falho nesta quarta-feira em cerimônia no Palácio do Planalto. Para criticar o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que o Brasil tem um “chefe do Executivo que mente”. No âmbito federal, ele mesmo é o chefe do Executivo.

 

“Mente o ministro Barroso quando diz que é sigiloso. Mente. Uma vergonha”, disse o presidente sobre o inquérito – vazado por ele – da Polícia Federal que apurava suposta invasão de hackers a sistemas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) durante as eleições de 2018. “Nas Forças Armadas, se um militar mente, acabou a carreira dele. … Não tem prescrição para isso. Temos um chefe do Executivo que mente”, acrescentou, sem perceber seu erro.

 

O evento em que foi feita a declaração foi chamada de “Ato cívico pela liberdade de expressão”. Nele, o Palácio do Planalto foi transformado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro em um palco de ataques ao Supremo, à imprensa e à esquerda por parte de parlamentares da base aliada e do próprio chefe do Executivo.

 

Com informações do Estadão Conteúdo

você pode gostar também
..