Braga quer ampla apuração de agressão de seu suplente contra Luiza Brunet

Senador Eduardo Braga no Plenário do Senado.

Neuton Corrêa |BNC

Manaus (AM) – O senador Eduardo Braga (PMDB) quer que a suposta agressão cometida pelo bilionário Lírio Parisotto, seu segundo suplente no mandato, contra a atriz Luiza Brunet seja amplamente investigada.

A informação foi publicada na noite desta terça-feira, dia 5, pela versão eletrônica do jornal Folha de S. Paulo. Leia mais.

O jornal captou a informação do debate que o parlamentar teve à tarde com a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), no plenário do Senado.

Em sua fala, Braga disse:

“Presidente, é para dizer que sou daqueles que é sempre contra a violência, seja contra as mulheres, seja contra as crianças, seja contra jovens, seja contra adolescentes. Quero aqui deixar, portanto, minha solidariedade contra qualquer tipo de violência. Que se façam todas as investigações, que fique tudo esclarecido definitivamente e que aqueles que, porventura, tenham culpa possam responder sobre esse caso sobejamente divulgado na mídia brasileira, que envolve a atriz Luiza Brunet e que envolve o meu segundo suplente, o empresário Lírio Parisotto. Portanto, quero dizer aqui que a minha posição é sempre contra a violência, contra qualquer tipo de violência”.

Pouco antes, Vanessa havia dito:

“Presidente, eu quero, neste momento, aqui, me referir a um assunto que foi muito comentado na imprensa brasileira nos últimos dias. Eu quero apresentar aqui minha solidariedade a Luiza Brunet. Já o fizemos através da Procuradoria Especial da Mulher, apresentamos uma nota de solidariedade. E faço isto em nome de todas as mulheres, sem dúvida alguma, Sr. Presidente. Divulgamos uma nota de solidariedade a ela através da Procuradoria Especial da Mulher e solicitamos que as investigações se deem de forma rígida e dura, Sr. Presidente, porque nós não podemos aceitar que atitudes de violência contra a mulher graves como esta que aconteceu – e muitas delas chegam a tirar a vida de muitas mulheres – permaneçam impunes. A Lei Maria da Penha é, sem dúvida alguma, um orgulho deste Parlamento. V. Exª diz muito da importância do avanço da Lei Maria da Penha. E que ela deve servir para todos, independentemente da condição social. Aqui ficam a nossa solidariedade e o nosso reconhecimento pela coragem que teve Luiza Brunet, Sr. Presidente”.

Fonte: BNC

você pode gostar também