Briga de facções: Polícia prende acusados de crimes de assustaram Parintins

Eldiney Alcântara | 24 Horas

[email protected]

Após duas mortes, brigas e susto à população parintinense, as polícias civil e militar prenderam às 16h desta quarta-feira, 31, os envolvidos na briga generalizada que resultou no homicídio de Renato Ferreira, vulgo Renatinho, crime ocorrido nesta terça-feira, 30, no Palmares. Numa operação denominada “Saturação”, os policiais conseguiram chegar aos acusados que fugiam numa rabeta em direção à zona rural de Parintins.

Foram presos cinco homens, sendo dois menores de 17 anos. Elison Ferreira Lopes, 25 anos, Jesusmar Ferreira Lopes, 26 anos, Adriano Ferreira Lopes, 21, e os dois menores foram interceptados na região conhecida como Boca do Comprido e foram encaminhados à 3° DIP (Delegacia Interativa de Polícia).

Todos os suspeitos moram na mesma residência, no bairro de Palmares, local do crime. Eles são acusados de participar da briga generalizada que levou ao óbito de Renatinho com 13 facadas. De acordo com a polícia, o conflito pode estar ligado a rixa entre facções do tráfico de drogas em Parintins. A polícia investiga se Renatinho comandava no município o grupo conhecido como Comando Vermelho.

O comandante do 11° Batalhão de Pico Militar de Parintins, José Francisco Corrêa Júnior, informa que a operação realizada pela polícia vai diminuir os conflitos existentes em três grupos rivais no município. “A Operação Saturação tem a finalidade de intensificar o policiamento nas áreas onde ocorreram os conflitos envolvendo as facções rivais e locais com maior incidência criminal no município. Nessa ação, aumentamos a nossa capacidade operativa das viaturas, colocando toda nossa frota com veículos de quatro e duas rodas e viatura fluvial, dando maior sensação de segurança para a população”, concluiu.

você pode gostar também