Bumbás de Parintins dão último adeus a Arlindo Jr

Da Redação | Parintins 24 Horas

[email protected]

A rivalidade centenária entre os bumbás Caprichoso e Garantido ficou de escanteio, durante as homenagens de Parintins ao cantor Arlindo Jr, na manhã desta terça-feira, 31 de dezembro. O último dia do ano de 2019 ficou marcado, com as duas nações unidas, em lágrimas, para uma grande despedida ao Pop da Selva.

O corpo do ídolo do Festival Folclórico de Parintins chegou ao Aeroporto Júlio Belém, por volta das 7h30, junto com familiares e amigos, onde foi recebido pelos bumbás. Uma viatura do Corpo de Bombeiros conduziu a urna funerária de Arlindo Jr, acompanhada pelo presidente do Caprichoso, Jender Lobato, e vice-presidente, Karu Carvalho, pelas ruas da cidade.

Os fãs seguiram em carreata para testemunharem um dos momentos de muita emoção, quando o corpo passou em frente ao curral Lindolfo Monteverde, na Estrada Odovaldo Novo. O Garantido foi ao encontro do Caprichoso para uma evolução de despedida ao Pop da Selva, ao som da batucada do bumbá vermelho e branco. Os bois deram trégua aos desafios, em nome da solidariedade.

Em seguida, a viatura do Corpo de Bombeiros seguiu com Arlindo Jr para uma volta do cortejo na arena do Bumbódromo, o maior palco da trajetória artística do cantor, onde foi levantador de toadas, apresentador e, até amo do boi, do Caprichoso. Queima de fogos e aplausos das nações demonstraram o tamanho da gratidão, sem distinção de cor, ao legado do Pop da Selva.

Depois, o corpo seguiu ao curral Zeca Xibelão, lugar onde Arlindo Jr se tornou maestro da nação azul e branca, o condutor da trilha sonora do Boi Caprichoso, a partir de 1989, na função de levantador de toadas. Os presidentes do Caprichoso, Jender Lobato, e do Garantido, Fábio Cardoso, além do prefeito de Parintins, Bi Garcia, deram as mãos para carregar o caixão ao palco, no qual o cantor ganhou notoriedade.

As homenagens continuaram na Catedral de Nossa Senhora do Carmo, com a celebração do culto de esperança, presidida pelo Padre Carlos Caridade, com a participação do Pastor da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Gláucio Douglas. O apresentador do Garantido, Israel Paulain, o levantador de toadas azul, David Assayag, o apresentador Edmundo Oran, o amo do boi, Prince do Caprichoso, cantaram durante o culto.

Jender Lobato, Fábio Cardoso e Bi Garcia agradeceram aos familiares de Arlindo Jr, pela oportunidade de despedida ao povo de Parintins. Eles ressaltaram a fé inabalável do artista que lutou pela vida e sempre buscou energias na toada de boi-bumbá para a superação das dores da doença. Pop da Selva saiu da catedral, sob salva de palmas e balões brancos, pouco antes das 12h, para retornar a Manaus, onde será sepultado, na tarde de hoje.

Fotos: Arleilson Cruz

você pode gostar também