Bumbás travam “guerra” de vazamentos de informações de projetos

O clima começa a ficar aquecido, acirrado e os ânimos a flor da pele nos bastidores dos bumbás no 54° Festival Folclórico de Parintins, a cinco dias do início da disputa dos bois Caprichoso e Garantido, na arena do Bumbódromo. A “guerra” de bastidores começou quando o coordenador da Comissão de Artes do Boi Garantido, Júnior de Souza, postou fotos de croquis de alegorias do projeto do Caprichoso, em tom provocativo, nas redes sociais.

O presidente do Caprichoso, Babá Tupinambá, não deixou por menos e postou a foto da maquete de três alegorias do Garantido, neste domingo, (23/06). O dirigente azulado declarou ter recebido a imagem do trabalho estratégico do bumbá adversário, no mês passado. “Essa imagem recebemos dia 18 de maio do contrário”, afirmou Babá Tupinambá, que demonstrou ter acesso aos bastidores do projeto do Garantido, “Nós, O Povo”.

Júnior de Souza retrucou. “Uma coisa é certa, nesses meses de trabalho, em nenhum momento, perdemos tempo com “Babaquice”. Essa parada de espião é coisa de gente insegura, que não confia no seu trabalho e da sua equipe. A realidade é clara e objetiva, o Garantido vem para vencer o festival, mesmo que seja com gente se espelhando ou usando as nossas ideias. Quem for podre que se quebre”, respondeu.

No sábado, (22/06), o artista plástico, também diretor de cenotécnica do boi vermelho, que vestiu a camisa azul de 2015 à 2018 como membro do Conselho de Artes, postou uma foto do mapa de concentração das alegorias do Caprichoso e desdenhou. “Quanto orgulho. Fizemos escola. Acabaram de me enviar as plantas da “cenotécnica” fake do contrário. Muito engraçado. E olha que não pago espião”, escreveu o coordenador da Comissão de Artes.

você pode gostar também