Cadela policial é morta por onça ao tentar defender agentes em acampamento

A cadela Honda, do Canil da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), foi morta por uma onça, nessa quarta-feira (16), ao tentar defender agentes policiais em um acampamento, na cidade de Urucará, distante 261 Km de Manaus.

O acampamento foi montado durante para intensificar as buscas pelos três caçadores que desapareceram na floresta desde o dia 7 deste mês.

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) lamentou o falecimento da cadela policial, e destacou que ela faleceu “como uma guerreira”, ao entrar em combate com uma onça que atacaria a equipe policial que estava no acampamento.

Nenhum agente policial foi ferido, e a onça acabou retornando para a mata.

“A SSP-AM reconhece o trabalho que foi desenvolvido pela ‘Honda’ em diversas operações no Amazonas. Querida e conhecida pela tropa, o falecimento da companheira de batalha deixa o sentimento de luto para as forças de segurança do Estado”, informou o órgão, em nota.

A equipe retornou para a base, na Comunidade Sol Nascente, e o corpo da cadela foi sepultado na selva.

Nesta semana, uma onça foi flagrada por um motorista na estrada do Aeroporto de Tefé, distante 523 Km de Manaus, após uma forte chuva que atingiu a cidade. Veja o momento:

você pode gostar também
..