-Publi-A-

Campanha “Corona no Paredão”: ACSSUS distribuirá 500 cartões Ticket Alimentação para combater a fome em Parintins

Foto: Gilson Almeida.

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

A Associação Cidadania Social e Sustentabilidade (ACSSUS) comemorou nesta sexta-feira (23) 10 anos. Além disso, os colabores celebraram de a instituição ter sido contemplada na campanha “Corona no Paredão”, da Rede Gerando Falcões, e isso irá permitir da ACSSUS distribuir em Parintins 500 cartões Ticket Alimentação no valor de R$ 150,00 durante cinco meses para famílias em situação de vulnerabilidade social.

De acordo com a presidente da ACSSUS, Izabel Porto, foram contemplados os usuários da associação e outras pessoas que estão em vulnerabilidade social. Ela destaca ainda que o objetivo é combater a fome no município. “Esse é um cartão Ticket Alimentação em que a pessoa vai até aos supermercados que nós vamos indicar que aceitam esse cartão e ela vai poder comprar alimentos e materiais de higiene e limpeza para que essa ajuda possa nesse momento aliviar um pouco as privações que essas famílias estão passando. Cada mês a pessoa vai lá comprar e o cartão será recarregado com R$ 150,00”, explicou.

Como o projeto chegou a Parintins

 

A professora Izabel Porto participou no final do ano passado de um processo seletivo de líderes sociais do Brasil, concorrendo com 1.000 líderes sociais e foi a única do estado do Amazonas selecionada pela Rede Gerando Falcões. “Por meio da instituição a Rede Gerando Falcões trabalha no Brasil com outras instituições na Região Norte, Nordeste, Sul e trabalha com favelas. Eu expliquei para eles que aqui não usamos esse termo, mas usamos o termo ocupação, periferia, zona leste, zona norte, esses termos. E quando foi agora o coordenador da Rede Gerando Falcões, Edu Lira, junto com a Cufa, que é a Central Única das Favelas do Brasil, que está fazendo outras campanhas como ‘Panelas Cheias’ resolveu dar continuidade a outros projetos com a campanha ‘Corona no Paredão”, disse Izabel.

De acordo com Izabel Porto, nessa campanha a Google dou R$ 5 milhões para a Rede Gerando Falcões, entre outras instituições, que fez a campanha ir além do que Edu Lira esperava. Com isso as instituições das regiões Norte e Nordeste foram contempladas.

você pode gostar também