Candidato do Ódio x Presidente Tartaruga: Antônio Andrade e Fábio Cardoso trocam acusações

Da Redação | 24 Horas

[email protected]

Após a divulgação de que parte do patrimônio do Boi-Bumbá Garantido não seria transferido para o grupo Samel, o Facebook registrou uma briga verbal protagonizada pelo presidente do Garantido, Fábio Cardoso, e o ex-presidente e pré-candidato, Antônio Andrade. As trocas de farpas chegaram a acusações e insultos.

Antônio acusa “Presidente Tartaruga”

Nas suas redes sociais, Antônio Andrade criticou o fato da atual presidência do Garantido comemorar a decisão da desembargadora Solange Maria Santiago, que em caráter liminar suspendeu parte da transferência de bens do bumbá. Antônio classificou o fato como “Ouro de Tolo”.

“A decisão em caráter provisório tem efeito temporário e não significa que o Garantido recuperou seu patrimônio. Pelo contrário, joga trabalhadores que aguardam o seu suado pagamento novamente no campo da incerteza. Também agride a nação vermelha e branca, mais uma vez exposta em sua dignidade diante de uma diretoria que comemora não se sabe o quê!”, disse Antônio Andrade.

Ele também fez acusações a Fábio Cardoso, a quem chamou de “presidente Tartaruga”. “O senhor Fábio Cardoso é o maior culpado por todos esses problemas jurídicos, afinal ele é responsável pelo jurídico do Garantido há 11 anos, desde a gestão de Telo Pinto”, apontou.

Andrade ainda destaca: “A falta de atitude dessa diretoria é impressionante, toda vez é necessário que eu venha em público denunciar a falta de compromisso deles, o imbróglio jurídico nos reporta à sensação permanente nesta diretoria de que foi preciso o contrário se movimentar para que o Garantido ganhasse o direito de ser “defendido”. Eles estão mais para Presidente Tartaruga e seu Vice Zé preguiça”, critica.

Fábio ataca “Candidato do Ódio”

Ao noticiar sobre a decisão judicial, Fábio Cardoso, afirma que o “Candidato do Ódio… tenta mais uma vez induzir a erro os Associados e Torcedores do Boi Garantido. Mais uma vez com suas Fake News”.

Rebatendo as acusações de Andrade, Fábio Cardoso afirma que não perdeu prazo para recorrer à Justiça. “No discurso sedento de frustração e claramente abalado pela notícia, ataca covardemente o Presidente e sua Diretoria, mentindo ao afirmar que existiu perda de prazo, e omissão na defesa do Boi Garantido. Mas MENTIRA, tem perna curta e o CANDIDATO DO ÓDIO, se contradiz na própria decisão judicial atacada por ele, ou seja, a Diretoria Jurídica do Boi Garantido nunca cruzou os braços, não se omitiu e fez um belo e competente trabalho ao conseguir o DEFERIMENTO da Medida Liminar”, explica.

Fábio também faz acusações: “Explique para o Associado a emissão de mais de 80 cheques sem fundo, a condenação no TCU, as Alegorias Soldadas por falta de pagamento, os talibãs correndo com as caixas cheias de documentos fiscais do Boi para não realizar a Prestação de Contas. Esse passado de vergonha, que entristece o Boi Garantido não queremos de volta”.

O atual presidente ainda declara: “Candidato Fake News, não irei me calar diante de suas mentiras. Lamentavelmente vou perder um pouco do meu tempo pra justamente não deixar que sua falta de caráter, ética e inverdades prevaleça”, finalizou.

você pode gostar também