Cantora Roberta Miranda abriu primeiro dia do Festival Passo a Paço 2019

A cantora Roberta Miranda foi a primeira atração nacional a subir no palco do Festival Passo a Paço 2019, que se iniciou na tarde desta quinta-feira, 5/9, no Centro Histórico de Manaus. A eterna “Rainha do Sertanejo” se apresentou no Palco da Banana, às 18h, onde centenas de pessoas já lhe aguardavam. O evento foi idealizado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, e faz parte das comemorações pelo aniversário da cidade de Manaus, que no dia 24 de outubro completa 350 anos.

Roberta iniciou o show com o clássico “Majestade, o sabiá”. Embalando suas canções mais famosas, a cantora encantou o público. A artista, ainda, registrou o momento fazendo uma transmissão ao vivo em suas redes sociais, dos bastidores até o fim do show.

“Estou muito feliz em voltar a Manaus. É uma cidade em que as pessoas têm um carinho por mim e eu tenho mais ainda por elas. Participar deste festival é uma honra”, declarou Roberta.

Realizando sonhos

A partir da campanha nas redes sociais, por meio da hashtag #RobertarecebeaSica, a portadora de necessidades especiais Ecilena Siqueira, 52, a “Sica”, realizou o sonho de conhecer pessoalmente a artista Roberta Miranda. “Logo que ficamos sabemos que a cantora viria, começamos uma mobilização nas redes sociais para conseguir essa oportunidade para ela”, contou a sobrinha de Sica, a psicóloga Neyla Siqueira.

Segundo Neyla, a própria Roberta entrou em contato pelas redes sociais, além de uma equipe da Fundação de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e a presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama de Manaus, Elisabeth Valeiko Ribeiro.

“Era o sonho dela conhecer a cantora. Ela a escuta desde pequena e nós não podíamos deixar isso passar. Estamos muito felizes que ela conseguiu e realizou seu sonho”, finalizou a psicóloga.

O público, em coro, cantou todas as canções interagindo com a cantora que desceu no meio da multidão que já se formava. Dando um show de simpatia, Roberta ainda realizou o sonho de mais uma fã durante sua apresentação, chamando-a da plateia para tirar uma foto com ela no palco.

“Acho muito lindo os cantores da nossa região sendo valorizados, como a Rayla Araújo, uma menina tão nova e talentosa sendo valorizada, é lindo de se ver. Eu sou muito fã da Roberta Miranda, ela é minha ‘ídola’”, declarou Amélia Corrêa.

Ao fim do show, Roberta distribuiu rosas vermelhas aos fãs.

Atração local

Ainda no palco da Banana, a primeira atração local a se apresentar foi o cantor James Rio, que embalou o público com muito samba e axé. “É uma honra estar aqui nesse palco, abrindo os shows, principalmente anteceder a artista Roberta Miranda, sou muito grato”, disse James ao iniciar sua apresentação.

Durante sua apresentação, James trouxe como convidada especial a artista amazonense Márcia Siqueira, no qual cantaram a música “Amor Proibido”, composição de Sidney Rezende.

A aposentada Raimunda Guimaraes foi acompanhada da neta Larissa Guimarães prestigiar o Passo a Paço. “Nós ficamos sabendo pela televisão e quando minha avó viu que teria a Roberta, eu decidi trazê-la e estamos achando ótimo estar aqui”, afirmou Larissa.

 Palco Coreto

No primeiro dia de festival, o palco Coreto iniciou as apresentações musicais, em meio ao clima típico de Manaus: imprevisível, com sol e vento para refrescar quem estava presente na praça Dom Pedro II. Na voz e violão, o cantor Serginho Queiroz abriu o circuito de shows às 16h, no Coreto, interpretando grandes sucessos de artistas como Caetano Veloso, Vanessa da Mata, Cazuza, Torrinho e outros.

Em seguida, foi a vez de Sinézio Rolim encantar o público com o tema “Samba no Salto”, em homenagem a todos estilos, cores e gêneros das mulheres sambistas brasileiras. No momento do show, um público de fãs se fazia presente, dançando os embalos e ritmos trazidos pelo artista.

A médica Nara Santos contou que acompanha a carreira de Rolim há quatro anos. “Sinézio tem um repertório bem diversificado. Ele sempre prioriza cantoras brasileiras, desde as mais antigas como Dalva de Oliveira até as mais atuais. Ano retrasado também vim prestigiá-lo, aqui no Passo a Paço”, declarou. Nos intervalos, o grupo Gandhicats realizava intervenções com o público, unindo humor e dança.

Palco Malcher

Abrindo o circuito de apresentações da primeira noite do Passo a Paço no palco da Plataforma Malcher, a Dj May Seven esquentou a pista com o repertório de músicas eletrônicas que ganharam toque especial de suas mixagens.

Essa foi a primeira vez da DJ da Amazônia no festival. Com traços indígenas pintados no rosto e muito glamour no traje, May Seven trouxe ainda intervenções culturais durante sua apresentação, como imagens de suas experiências na Amazônia no telão.

“É um prazer enorme poder tocar nesse festival que tem tanta importância e prestígio na cidade. É muito emocionante fazer música na sua cidade natal. Só tenho que agradecer pelo prestígio e carinho de todos”, disse a artista.

Na sequência foi a vez da banda Gramophone ganhar o palco. Além de suas músicas autorias, o repertório do grupo interpretou grandes sucessos brasileiros de Elza Soares, Vanessa da Mata e Shenia França. “É uma mistura de emoções, ficamos um pouco nervosos, mas muito felizes, porque é uma oportunidade muito grande estar no Passo a Paço, uma experiência mágica e inesquecível”, disse a vocalista do Gramophone, Vivian Gramophone.

 GiraMundo

A irreverência dos bonecos gigantes do grupo de teatro GiraMundo animou os visitantes no primeiro dia do Passo a Paço. Os bonecos desfilaram pela avenida Sete de Setembro e Bernardo Ramos, em intervenções interagindo com o público. A exposição com os bonecos está aberta ao público no Les Artistes Café Teatro.

Feira Gastrônomica

Até domingo, 25 barracas, entre chefes renomados e novos talentos, oferecerão um cardápio variado a preços populares no Festival Passo a Paço 2019. Comida japonesa, indiana e vegana, além dos já tradicionais sanduíches, doces e sorvetes, estão presentes no evento.

A chef Maria Emília Camal ressaltou que a feira gastronômica do Passo a Paço é uma ótima oportunidade para mostrar o trabalho e, até mesmo, conseguir uma renda extra. “É gratificante poder estar aqui, divulgando a nossa gastronomia. É uma grande vitrine”, disse.

 Passo a Paço

Em sua sexta edição, o Festival Passo a Paço traz uma série de novidades. Além de mais dois dias de festa, de 5 a 8 de setembro, este ano o evento conta com uma atração internacional, 13 nacionais e mais de 30 artistas locais se revezando em três palcos diferentes. E ainda, um dia dedicado especialmente ao público infanto-juvenil no “Passinho”, 8/9.

A programação completa pode ser consultada no portal Viva Manaus, pelo link www.vivamanausc.com/passoapaco2019.

você pode gostar também