Casos de violência contra a mulher aumentam 35% em Manacapuru

Os casos de violência contra a mulher tiveram aumento de 35%, no município de Manacapuru, no interior do Amazonas, de acordo com dados da Delegacia Especializadas em Crimes de Violência Doméstica.

O aumento foi constatado nos três primeiros meses de 2022, em relação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com a delegada titular da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Manacapuru, Roberta Merly

No domingo (1º), um homem de 29 anos foi preso suspeito de descumprir uma medida protetiva e agredir a ex-companheira no município.

A jovem e o homem mantiveram um relacionamento por 3 anos, no entanto, o mesmo chegou ao fim há pouco mais de 1 ano, devido às agressões praticadas por ele.

“Não conformado com o término, o homem passou a ameaçá-la. Em razão disso, ela solicitou uma medida protetiva em seu favor, decisão na qual o autor a desrespeitava com ameaças contínuas. No dia 20 de abril deste ano, a jovem estava em um estabelecimento comercial, na companhia de amigos, e o autor foi até ao local e a agrediu fisicamente”, explicou a delegada.

Nos últimos 15 dias foram registrados 8 casos de violência contra a mulher. Entre janeiro e março de 2021 foram 40 registros. Já neste ano, o total subiu 35%, indo para 54 casos.

“Em caso de descumprimento, a vítima nos comunicando, esse agressor vai ser preso sim. Seja em flagrante, ou seja por meio de mandado de prisão preventiva”, afirmou a delegada sobre a importância que as vítimas denunciem crimes.

*Com informações de Adauto Silva, da Rede Amazônica

você pode gostar também
..