Celulares, munições e armas brancas são apreendidos em nova revista no Compaj

Manaus – Mais um procedimento de revista foi realizado, na manhã deste domingo (22), no regime fechado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj). Durante o procedimento nos quatro pavilhões da unidade foram encontrados os seguintes materiais proibidos: 26 celulares, 15 baterias, 19 munições de calibre 80 e uma munição de calibre ponto 40, 8 marteletes artesanais, 1 serrote, 3 alicates, 3 tesouras, 8 facas, 1 estilete, 1 chave de fenda, 6 estoques, 2 chips, 1 cartão de memória, 4 pen drives e 2 pulseiras de saída de visitantes.

O secretário de Estado de Administração Penitenciária, tenente coronel da PM, Cleitman Coelho, explica que o objetivo das revistas é intensificar a fiscalização e a retirada de materiais ilícitos. “Precisamos promover ações como essa para reestabelecer a ordem e disciplina dentro das unidades prisionais. Os objetos que retiramos não são permitidos e nas mãos dos internos se tornam ferramentas para desestabilizar o sistema”.

A ação contou com um efetivo de 190 servidores da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Umanizzare Gestão Prisional e policiais militares do Comando de Policiamento Especializado (CPE).

Rebelião

No dia 1º de janeiro deste ano, o Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) foi palco da maior rebelião da história do sistema prisional do Estado, deixando 56 mortos, todos presidiários. A rebelião, marcada por muita violência, inclusive com decapitações e corpos carbonizados, foi causada por integrantes de facções criminosas rivais, atuantes no Norte do país.

Revistas em presídios do AM

As revistas no sistema prisional este ano tiveram início no dia 5 de janeiro na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP). O regime fechado do Compaj passou pelo procedimento dia 6 e, em seguida, o Instituto Penal Antônio Trindade foi revistado no dia 7. No dia 10 de janeiro o Exército Brasileiro apoiou a Seap e a PMAM na revista do regime semiaberto do Compaj. No dia 12 de janeiro foi a vez do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) e as unidades do Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF) e Penitenciária Feminina de Manaus (PFM) passaram pela revista no dia 18 de janeiro.

você pode gostar também