-Publi-A-

Cirurgião plástico desaparece e retira perfil da internet após morte de parintinense

O médico venezuelano Oscar Hurtado que realizou a cirurgia de redução de seios na comerciante Dioneide dos Santos Leite, 36 anos, moradora do bairro Paulo Corrêa em Parintins, que morreu na manhã de terça-feira, 13 de setembro, uma semana depois do procedimento estético na cidade de Puerto Ordaz, na Venezuela desapareceu e até o fechamento desta matéria não tinha sido localizado pela família da vítima.

Oscar Hurtado se identificava nas redes sociais como cirurgião geral, cirurgião oncológico, cirurgião estético e mastologista. Ele atuava em Manaus onde mantinha um consultório médico no Shopping Millenium. De acordo com parentes da vítima o médico realizava os agendamentos dos procedimentos em Manaus e realizava as operações cirúrgicas na cidade Puerto Ordaz, na Venezuela, onde mantém uma clínica de cirurgias estéticas.

Oscar Hurtado desapareceu logo após a morte de Dioneide dos Santos Leite. Familiares da vítima disseram que entraram em contato com a clínica plástica que o médico Oscar Hurtado mantém em Puerto Ordaz, na Venezuela e foram informados que ele estaria em Manaus.

De acordo com os familiares de Dioneide dos Santos Leite, o cirurgião plástico não atende mais as ligações e as chamadas no seu telefone celular caiem na caixa de mensagem. Eles informaram que o médico desativou sua conta do WhatsApp, removeu os perfis do Facebook, Instagram e Twitter.

Marcondes Maciel | RP

você pode gostar também