-Publi-A-

Ciúme quase termina em morte no Paulo Corrêa

A primeira versão chegada à Polícia é de que a tentativa de homicídio ocorrida na madrugada desta sexta-feira na Rua Jacarandá, Bairro Paulo Corrêa, é de crime passional. A informação chegou à polícia através da mãe de Dalcifran de Souza Martins, 20, que desferiu várias terçadas contra o jovem Tiago Queiroz, conhecido como “Amigo da Marinha”. Os golpes atingiram os braços, o rosto e a cabeça da vítima.

Levada em estado grave para o Hospital Jofre Cohen, Tiago passou por cirurgias e foi encaminhado para tratamento especializado em Manaus. O crime teria sido cometido por contra do triangulo amoroso alimentado por uma jovem com os dois envolvidos.

Dalcifran residia na mesma casa, com a namorada e por volta das 03 horas da madrugada desta sexta-feira teria visto a mulher sair em companhia da vítima. Enciumado ele armou-se de um terçado e agrediu seu desafeto a terçadadas. Tiago caiu na rua e só não foi morto devido à intervenção da mãe de Dalcifran.

Dalcifran de Souza Martins, 20, acusado de ter aplicados os golpes com terçado
Dalcifran de Souza Martins, 20, acusado de ter aplicados os golpes com terçado

Os vizinhos informaram que “a vizinhança acordou com latidos de cachorro. Até pensaram que Dalcifran estava lambando os cachorros da rua, mas logo perceberam a agressão a terçadadas no jovem que estava caído ao chão, sem poder se defender”.

Segundo as testemunhas, “Amigo da Marinha” só não foi assassinado porque a mãe do acusado pediu para o filho parar e disparou críticas à sua companheira de nome Francimara, insinuando que a mesma era a culpada de seu filho ter feito aquilo.

Eles disseram ainda que minutos depois a Polícia Militar chegou ao local e levou Dalcifran preso, além de Francimara para depoimentos sobre o ocorrido. O Corpo de Bombeiros foi quem encaminhou o jovem ao Hospital Jofre Cohen.

Da redação/Plantão Popular

você pode gostar também