Colégio do Carmo tem aluna premiada em concurso da CGU de desenho e redação

Da Redação | Parintins 24 Horas

[email protected]

A estudante do Colégio Nossa Senhora do Carmo, Andria Jully Barroso Farias, 09 anos, tem trabalho entre os vencedores nacionais do 11º Concurso de Desenho e Redação (CDR), da Controladoria-Geral da União (CGU), realizado em 2019, com o tema “Faça o que é certo, ainda que ninguém veja!”. A aluna é da turma do 3º Ano Vespertino, do Ensino Fundamental, da professora Mary Sônia Dutra de Alencar.

A estudante do Colégio Nossa Senhora do Carmo, Andria Jully Barroso Farias

Filha do advogado Amauri Marinho e da empresária Helo Barroso, Andria Jully concorreu com trabalho do tipo “Desenho”. “Nossa filha sempre foi dedicada aos estudos e tem como incentivadora a professora Mary Sônia que busca aprimorar suas qualidades. Ela começou bem cedo a desenvolver aptidões para a arte, matemática e literatura. Todo mês, a Andria ler um livro, faz poesias e gosta de fazer tiras em quadrinhos”, descreve o pai.

O Concurso de Desenho e Redação busca estimular a reflexão e o debate sobre ética, cidadania e combate à corrupção. Neste ano, foi mobilizado o número recorde de 818.317 estudantes, 27.665 professores, 4.049 escolas, em 1.192 municípios. Isso resultou em 851.182 trabalhos produzidos em sala de aula em todo o Brasil.

A CGU premiará, com tablet e certificado de reconhecimento, os alunos autores dos três melhores trabalhos em cada categoria e os respectivos professores orientadores. As três escolas que desenvolveram a melhor estratégia para debater o tema do CDR (atividades de engajamento e prática pedagógica) serão premiadas, com notebook e certificado.

A premiação é viabilizada por meio de parcerias com instituições como a Receita Federal do Brasil (RFB) e o Ministério Público do Trabalho (MPT).

O concurso

Desde 2007, a CGU promove anualmente o CDR, que visa despertar nos estudantes o interesse por temas como controle social, ética e cidadania, por meio da reflexão e do debate desses assuntos nos ambientes educacionais, na família e na comunidade. O Concurso de Desenho e Redação já mobilizou mais de 3,5 milhões de estudantes, em 21 mil escolas públicas e particulares do Brasil.

O público-alvo são estudantes do ensino fundamental e ensino médio, educação de jovens e adultos de escolas públicas e privadas de todo o País. O CDR tem obtido, a cada ano, crescimento expressivo na quantidade de participantes. O certame é divido em 14 categorias. Do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, os alunos concorrem com trabalhos do tipo “Desenho”.

Já do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, do 1º ao 3º do Ensino Médio, inclusive a modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA), os estudantes concorrem com trabalhos do tipo “Redação”. As escolas participam na categoria Escola Cidadã, com a elaboração de “Planos de Mobilização”.

você pode gostar também