-Publi-A-

Colombiano apontado como dono de quase uma tonelada de drogas é preso em Tabatinga

'Morucho' confessou, em depoimento, ser o dono das drogas e armas apreendidas em Coari, mas negou envolvimento no desaparecimento do delegado da PC. Fotos: Divulgação/PC

O narcotraficante colombiano Rulbel Gualtero Sepulveda, conhecido como “Morucho”, 31, foi preso, na manhã desta terça-feira (14), no município de Tabatinga (a 1.108 quilômetros de ca capital), em cumprimento a mandado de prisão por tráfico de drogas. De acordo com o delegado Fábio Aly, da delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Tabatinga, “Morucho” era o dono dos 923 quilos de drogas, apreendidos no dia do desaparecimento do delegado da Polícia Civil (PC) Thyago Garcez, no dia 5 de dezembro do ano passado, em Coari (a 363 quilômetros da capital). A PC retificou a quantidade de droga apreendida, antes divulgada como 600 quilos.

O delegado Thyago Garcez desapareceu durante um confronto com narcotraficantes colombianos, que transportavam quase uma tonelada de drogas pelo Rio Solimões. Passados mais de dois meses, o corpo ainda não foi localizado.

Segundo o delegado Fábio Aly, “Morucho” era o último integrante da quadrilha que faltava ser preso pelo transporte da droga, que resultou no desaparecimento do delegado Thyago Garcez.

O colombiano Teodoro Hilário de Lima foi preso no dia da apreensão, e outros dois colombianos, identificados como Jhon Jan Pomar Gonzales e Heriberto Salinas Trianas, foram mortos no dia 11 de dezembro, durante confronto com policiais civis e militares que faziam buscas pelo delegado Thyago Garcez. Na ocasião, a polícia apreendeu um fuzil HK-47 e duas pistolas calibre 9 mm.

Conforme o delegado Fábio Aly, “Morucho” confessou, em depoimento, ser o dono das drogas e das armas apreendidas em Coari, mas negou envolvimento no desaparecimento do delegado Thyago Garcez. “O Morucho se reservou a falar qualquer coisa sobre o delegado. Permaneceu em silêncio e disse que só se manifestaria em juizo”, disse.

O colombiano foi indiciado pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ele vai ficar preso na DIP de Tabatinga, segundo o delegado Fábio Aly.

Do d24

você pode gostar também