Com a “Cultura Indígena”, Rubro-Negro é campeão do Carnailha 2018

Cayo Dias | 24Horas

[email protected]

O bloco carnavalesco Rubro Negro conquistou o título de campeão da chave especial do Carnailha. Com um enredo sobre a “Cultura Indígena”, o bloco de torcedores do Flamengo conquistou 249,70 pontos, levando nota 10 em quase todos os quesitos. Logo atrás, veio o bloco Ursos Polares que com 249,50 apresentou um enredo sobre a seleção brasileira na Copa do Mundo em 2018. Fechando o pódio, o bloco Bad Boy recebeu 249,30 com um enredo sobre a água.

Com a força da sua torcida rubro-negra, o bloco desenvolveu um enredo cheio de mistérios e crenças indígenas, onde a comissão de frente montada pelos coreógrafos Erick e Neto Beltrão demonstrou segurança ao encenar um grande ritual indígena. O carro abre alas trouxe como destaque o pajé do Boi Garantido, André Nascimento, que simbolizava o líder tribo indígena.

Foto: Naldo Silva

Ainda emocionado, o presidente do bloco Rubro-Negro, Jailson Rodrigues, enalteceu o trabalho dos artistas de galpão e de todos os torcedores que foram pra avenida. “Isso é Rubro-Negro! Apresentamos um enredo forte, mostrando as raízes do nosso povo indígena. A torcida rubro-negra cantou nosso samba e nos deu esse título”, finalizou o presidente do bloco campeão 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here