Com instalação de terceira usina, Parintins economiza mais de R$ 600 mil por mês com oxigênio

Foto: Yuri Pinheiro.

Com a explosão da segunda onda de Covid-19 em todo o Estado do Amazonas, o número de pacientes internados no hospital Jofre Cohen teve um grande salto, chegando à casa de mais de 150 hospitalizados entre os meses de janeiro e fevereiro deste ano. O aumento nas hospitalizações aumentou o consumo de oxigênio na unidade de saúde, gerando maior despesa com a aquisição e transporte de cilindros de Manaus a Parintins.

Para otimizar o abastecimento de oxigênio em Parintins, a Prefeitura viabilizou a instalação da terceira usina no hospital Jofre Cohen. O equipamento foi locado pelo Município pelo valor de R$ 40 mil mensalmente. Com o equipamento, Parintins passou a envasar cilindros com o gás. Diariamente, a usina envasa 24 cilindros, o que gera uma economia mensal de mais de R$ 600 mil aos cofres da Prefeitura. Os dados foram apresentados pelo prefeito de Parintins, Bi Garcia, durante reunião do Comitê Gestor de Combate ao Coronavírus realizada nesta sexta-feira, 12 de março.

De acordo com o prefeito, o hospital Jofre Cohen está com um consumo médio de apenas quatro cilindros de oxigênio diariamente. A unidade possui 160 balas abastecidas.

“É um avanço muito grande. Chegamos a consumir 90 cilindros por dia. Com a produção da usina e o tanque de oxigênio líquido, a gente respira e tem uma boa tranquilidade com relação a esse insumo que é o mais importante para tratamento de pacientes agravados com Covid”, enaltece o prefeito Bi Garcia.

você pode gostar também