Comandante do 11° BPM afirma que polêmica envolvendo PM e pastor se deu devido ao som alto da igreja

Gilson Almeida | Parintins 24 Horas

[email protected]

Parintins (AM) – O comandante do 11° Batalhão da Polícia Militar, o tenente-coronel José Francisco Bonates Corrêa Júnior, afastou o Cabo PM Giliard após ele se envolver em uma discussão com o pastor da igreja Catedral Batista Nacional Renovada, Alfredo Félix, no fim de semana. O afastamento do policial se deu para o caso ser investigado.

Em entrevista ao programa Parintins em Revista da Rádio Clube FM 100,7, o TC relatou que em conversa com o PM, Giliard disse que a discussão se deu devido ao som alto da igreja durante a realização do culto. “O problema não vejo ele reclamar do som alto, o problema eu vejo que ele foi lá como agente do Estado tomar uma providência que não cabia legalmente. Se há esse excesso por parte da igreja que ele fosse ao Ministério Público pois todos nós somos cidadãos, todos nós temos direito. Não estou aqui tolindo o direito dele e nem da igreja. Ele agiu totalmente errado porque ele envolveu -se numa situação como agente público quando o problema era particular”, disse o comandante.

Corrêa Júnior informou que na manhã desta sexta-feira (13) teve uma reunião com uma Comissão de Pastores solicitada pelo vereador e pastor Beto Farias para os mesmos serem ouvidos e tomadas as medidas cabíveis.

Beto Farias afirma que buscou conter esta situação envolvendo o policial e o pastor da melhor forma possível sem denegrir a imagem de ninguém. “A minha intenção só é mesmo tentar harmonizar essa situação porque não pode estar acontecendo esses conflitos principalmente em relação às igrejas e vizinhos. Eu vejo que falta diálogo entre o pastor e o policial que já é uma briga de muito tempo que foi se agravando e chegou a um ponto muito extremo”, falou Beto Farias.

Governo do Amazonas 2

O comandante ainda não informou oficialmente o que resultou a conversa com o grupo de pastores.

Ainda na manhã de hoje o comando do 11° Batalhão emitiu uma nota de esclarecimento sobre o assunto.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Comandante do 11° Batalhão de Polícia Militar Tenente-coronel José Francisco Bonates Corrêa Júnior vem a público esclarecer que até o presente momento não foi formalizada nenhuma denúncia envolvendo qualquer policial militar pertencente ao efetivo do Batalhão “TUPINAMBARANA”.

O comandante ressalta que ao tomar conhecimento de um possível desvio de conduta de um policial militar, o qual ganhou grande repercusão nas mídias sociais do estado, afastou do serviço operacional o referido militar e aguarda a decisão do Comando Geral da PM para a sua trasferência ou não.

Reiteramos que a postura do comando do 11° Batalhão demonstra o total comprometimento com a imparcialidade, primando pela legalidade, combatendo veementemente possíveis excessos que contrariam às diretrizes da Corporação que preza sempre pelo bem comum, com o dever de servir, proteger e preservar os direitos individuais e coletivos.

você pode gostar também