Combate à LGBTfobia: movimento em Parintins destaca luta contra o preconceito

Eldiney Alcântara | 24 Horas
[email protected]

Foi no dia 17 de maio de 1990 que a Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças (CID). A partir de então, a data ficou conhecida como Dia Internacional de Luta Contra a Homofobia. Para celebrar a importância desta iniciativa, o Movimento LGBT de Parintins levanta a bandeira de combate e realiza programação na cidade.

“Essa data é muito importante, porque nos mostra a importância das discussões que cercam o cotidiano da população LGBT. Então, pra gente essa data é pra mostrar ação, a nossa luta, os nossos direitos de igualdade. Não ao preconceito!”, explica o presidente da Associação LGBT de Parintins, Fernando Moraes (conhecido Dinho).

Para Dinho, Parintins ainda apresenta números graves contra a população LGBT e o movimento se torna uma arma importante de combate. “A associação vem nesse dia também mostrar pra população parintinense a importância do movimento LGBT, em Parintins. Nós sabemos que em Parintins existe muito preconceito. Já houve várias mortes. Então, essa é mais uma data onde a gente mostra pra população os nossos direitos constitucionais”, declara.

A entidade prepara uma programação que será realizada durante a semana. Discussão na Câmara Municipal de Parintins, rodas de conversas, encontros e demais ações estão agendados para acontecer na cidade. “Durante a semana a gente vai falar um pouco sobre as questões das lutas do movimento LGBT. A gente vai ter uma roda de conversa com assistente social, com psicólogo”, informou Dinho, que ainda define as atividades.

você pode gostar também