-Publi-A-

Contrato de construção do Museu dos Bois de Parintins é assinado

Foi assinado pela Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) na última  quinta-feira (5), o contrato para início da execução dos projetos básico e executivo para a construção do Museu dos Bois-Bumbás de Parintins, no município a 369 quilômetros de Manaus.

Os projetos serão elaborados pela Agência E, vencedora da licitação, e constituem a fase anterior ao início da obra, na qual é desenvolvido todo o projeto arquitetônico do empreendimento, que vai abranger aproximadamente 2 mil metros quadrados.

A implantação do museu visa promover a preservação, a pesquisa e a comunicação do patrimônio cultural material e imaterial e da memória dos Bois-Bumbás Garantido e Caprichoso, além do Festival Folclórico de Parintins, ressaltando a importância na formação da identidade cultural brasileira. O contrato com a empresa ocorreu por meio de processo licitatório.

O presidente da Amazonastur, Sérgio Litaiff Filho, ressaltou que a assinatura do contrato representa a pedra fundamental do empreendimento e trará um novo produto turístico para a cidade, contando a história do Bois Garantido e Caprichoso e muitas novidades, que poderão ser usufruídas não só pelos turistas, mas principalmente pelo povo da cidade de Parintins.

A implantação do museu visa promover a preservação, a pesquisa e a comunicação do patrimônio cultural material e imaterial e da memória dos Bois-Bumbás Garantido e Caprichoso
A implantação do museu visa promover a preservação, a pesquisa e a comunicação do patrimônio cultural material e imaterial e da memória dos Bois-Bumbás Garantido e Caprichoso | Foto: Divulgação/Amazonastur

Será uma obra, como eu disse, que terá uma possibilidade de visitação durante todo o ano. Um produto turístico além do Festival de Parintins, que com certeza se integrará ainda mais com as festividades da região. Ganha a cidade de Parintins, ganha o estado do Amazonas

Sérgio Litaiff Filho, presidente da Amazonastur

De acordo com o engenheiro civil da Agência E, Alexandre Claro, as músicas do festival tiveram uma grande influência para a formatação da ideia dos projetos, além de pesquisas em museus e também em Parintins.

“Uma grande contribuição para que nós formatássemos a ideia foram as músicas. Entendemos que todos os conceitos, sejam eles culturais, religiosos, locais, estão dentro das músicas, e isso realmente foi a principal fonte de inspiração nossa. Todos os elementos que são abordados no contexto da elaboração do próprio festival fazem parte do projeto”, disse o engenheiro.

O espaço contempla, entre outros setores, áreas de exposições permanentes e temporárias; uma área destinada aos visitantes, com praça de alimentação; e lojas dos Bois Caprichoso e Garantido. O museu terá capacidade de receber um público rotativo de aproximadamente 150 pessoas.

Nesta sexta-feira (6), a equipe técnica da Amazonastur e da Agência E realizaram visita técnica no município de Parintins para levantamento de informações cadastrais.

*Com informações da assessoria

você pode gostar também