Coordenadora do CRAS Alvorada é presa por tráfico de drogas em Manaus

A coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus, Railssa Aguiar de Almeida, de 40 anos, foi presa nessa terça-feira (17), após ser condenada a mais de cinco anos por tráfico de drogas. O marido dela, Vanderley Rodrigues Alves, de 50 anos, também foi preso.

A reportagem aguarda um posicionamento da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc), órgão responsável pelo Cras, e também tenta contato com a defesa do casal.

Segundo o 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP), que coordenou a ação que levou à prisão de Railssa e Vanderley, o casal foi flagrado, em 2007, em um carro transportando cerca de quatro quilos de cocaína para o Porto de Manaus, na Zona Sul.

Railssa foi condenada a cinco anos e dois meses de prisão. Já Vanderlei foi condenado a 6 anos e 9 meses. O mandado de prisão da sentença condenatória foi expedido no dia 13 de abril deste ano.

Repost g1

você pode gostar também