Coronavírus em Parintins: MPAM recomenda toque de recolher

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

Parintins (AM) – Em combate ao coronavírus, o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM) recomendou à Prefeitura que decrete toque de recolher em Parintins no período compreendido entre 20h às 06h, a partir do dia 25/03/2020, pelo prazo de 15 dias, podendo ser prorrogado. O órgão recomenda também que caso haja descumprimento o sujeito seja passível de pena de multa no valor de R$ 300,00, e multa em dobro para os reincidentes.

A recomendação foi emitida nesta terça-feira (24) e assinada pelas promotoras de Justiça, Eliana Leite Guedes do Amaral e Marina Campos Maciel. Na cidade há oitos casos notificados, sete confirmados, 63 pessoas em monitoramento e nesta terça teve uma morte confirmada causada pela doença. O parintinense foi o primeiro no Amazonas a ir à óbito por contrair o COVID-19.

O MPAM recomenda ainda que o decreto de toque de recolher não se aplique às pessoas que desempenham atividades essenciais, tais como os profissionais da saúde e os profissionais que trabalham em estabelecimentos que se destinem ao abastecimento alimentar e farmacológico da população (padarias, supermercados, drogarias e farmácias), bem como àqueles que demonstrarem comprovadamente a necessidade de se ausentarem de suas residências por razões emergenciais, tais como, aquisição de fármacos e atendimento médico. “Poderá, ainda, ocorrer a apreensão de veículos e a condução forçada de pessoas pelas autoridades municipais, em decorrência do descumprimento”.

166.2020.000008-Recomendação-2020-0000025529

Foto: Hiraílton Gomes – ASCOM MPAM

você pode gostar também