-Publi-A-

Dançarinos de Parintins participam de curso de Balé Clássico na Cia de Dança Encontro das Águas

Eldiney Alcântara | 24 Horas
[email protected]

Os dançarinos parintinenses Geovane Aguiar, Rafaela Pimentel e  Pâmela Alfaia foram selecionados para participar do curso de Balé Clássico, em Manaus, na Companhia de Dança Encontro das Águas da bailarina e produtora Juliana Borges, experiente professora na área da dança amazonense.

O curso é realizado em três etapas na capital amazonense e a participação dos parintinenses conta com apoio do Instituto Cultural Ajuri,  INCA, da Companhia de Dança Encontro das Águas e da Prefeitura Municipal de Parintins. As aulas acontecem uma vez por mês, num final de semana, e encerra em agosto. Os participantes receberão certificados de instrutor no encerramento das atividades.

O jovem Geovane Marinho, 23 anos, mora no bairro Itaúna 2. Ele faz parte da Troup Caprichoso e da Companhia de Dança Mônica Seffair, em Parintins.  Geovane destacou a aquisição de conhecimento, experiência e o intercâmbio cultural e artístico que recebe com as aulas. “Foi uma experiência incrível. Sair de Parintins apenas três pessoas, enfrentar todas as dificuldades e fazer esse curso com uma professora que já tem nome na dança. Eu fiquei meio nervoso, quando ela passava movimentos, de errar, de não fazer do jeito correto. Eles gostaram muito de saber que a gente veio de Parintins. Foi tipo uma troca de conhecimentos, pois nos falamos sobre a cultura do Boi-Bumbá”, destacou.

A integrante do Coletivo de Mulheres Artistas de Parintins “TAMO JUNTAS”, Pâmela Rafaela Alfaia, 19 anos, dançou hip hop no grupo Gravidade Zero e agora busca mais formação na área da dança. “É uma oportunidade para me capacitar como professora de balé clássico, que é um dos meus maiores sonhos e de adquirir maiores conhecimentos para me tornar uma profissional melhor”, disse a jovem.

Para o presidente do INCA, Marcos Moura, a entidade cumpre com sua função em promover o crescimento e fortalecimento da cultura. O instituto articulou com o poder público e a companhia de dança essa oportunidade aos dançarinos parintinenses. “É uma parceria permanente de nossos projetos.

Ao final do curso, que encerra em agosto, os participantes receberão certificação e realizarão oficinas de Balé em comunidades carentes de Parintins, como parte da programação do projeto Grito da Periferia. Em nome do INCA, agradeço a amiga, produtora e bailarina Juliana Borges pela irmandade e ao prefeito Bi Garcia, pelo apoio de sempre”, finalizou.

você pode gostar também